Filhote de macaco-prego é resgatado de cativeiro

Policiais desconfiaram de nota fiscal da compra e sexo do animal

1
147
Macaco-prego foi localizado após denúncia (Foto: PA/Divulgação)
Macaco-prego foi localizado após denúncia (Foto: PA/Divulgação)
- Publicidade -

Um filhote de macaco-prego foi resgatado, nesta segunda-feira (5), por policiais ambientais de Caraguatatuba após o recebimento de uma denúncia de animal silvestre em cativeiro. O proprietário foi multado no valor de R$ 500.

- Publicidade -

O animal de um ano, aproximadamente, estava em uma casa localizada no bairro Barranco Alto, na região sul da cidade, e a dona contou aos policiais que seu filho havia comprado uma  macaquinha, inclusive, que tinha a nota fiscal que comprovaria a aquisição de criador autorizado.

Macaco-prego foi localizado após denúncia (Foto: PA/Divulgação)
Macaco-prego foi localizado após denúncia (Foto: PA/Divulgação)

Os policiais ambientais teriam encontrado diversas irregularidades no documento de compra, inclusive erro no sexo do animal.  O veterinário do Centro de Controle de Zoonoses (CCZ) que acompanhou a ocorrência disse que tratava-se de um macho e não uma fêmea, como constava na nota falsa.

Diante da situação, o caso foi encaminhado para a Delegacia Central de Caraguatatuba, que irá apurar o caso.

Macaco-prego no Zoológico

O filhote será destinado ao Cras Pet do Parque Ecológico do Tietê em São Paulo, onde ficará em observação, readaptação e após será solto em seu habitat natural.

Além da multa, o reponsável deve responder pelo crime de “manter animal silvestre, não inserido na lista de animais em extinção em cativeiro, sem autorização do órgão competente”.

De acordo com a Polícia Ambiental, estima-se que para cada animal retirado na natureza e colocado à venda, outros nove morrem nas mãos dos traficantes, vítimas do abuso e maus-tratos decorrentes da captura e transporte precários.

Denúncias podem ser feitas pelo telefone (12) 3886-2200, da Polícia Militar Ambiental de Caraguatatuba.

- Publicidade -

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Por favor, insira seu comentário!
Por favor, informe seu nome aqui