Prefeitura muda estratégia de vacinação por não encontrar idosos em casa

Foi registrada ausência de 70% do grupo acima de 85 anos

0
164
prefeitura
Equipes da Prefeitura identificaram que idosos não param em casa na pandemia (Foto: PMC/ Divulgação)
- Publicidade -

A Prefeitura de Caraguatatuba decidiu mudar a estratégia de vacinação dos idosos na cidade, já que nos últimos dias a vacinação nas residências estava sendo prejudicada devido à ausência de quase 70% de idosos em seus domicílios. Com isso, serão montados cinco locais para que os acima de 85 anos possam receber a primeira dose do imunizante, inclusive em sistema drive-thru.

- Publicidade -

“Já fomos de casa em casa e agora estamos colocando a vacina a disposição nos bairros, pois muitos idosos não estão sendo encontrados em suas residências”, disse o secretário de Saúde, Gustavo Boher.

Nesta quinta e sexta-feira (18 e 19), das 8h às 16h, o grupo deve ir até as unidades escolares nos bairros Jetuba, Sumaré, Indaiá, Morro do Algodão e Porto Novo. Essas regiões foram identificadas pelo mapeamento geográfico da prefeitura com maior público idoso.

Drive-thru

O idoso ou responsável que não queira entrar nos postos de vacinação, poderá ficar em frente à unidade escolar que a equipe de imunização aplicará a dose dentro do veículo. Importante frisar que cada idoso poderá levar apenas um acompanhante, para evitar aglomeração.

Os idosos acamados continuarão recebendo a vacina em domicílio pela equipe da prefeitura. Para iniciar as demais faixas etárias o município aguarda o envio das doses de vacina pelo Governo do Estado.

Orientações da Prefeitura

Para o idoso não cadastrado, a secretaria de Saúde exige apresentar no dia de vacinação um documento com foto, CPF, número do Cartão SUS e comprovante de residência. Com isso, o cadastro é feito na hora. Já o idoso que é cadastrado, basta levar o comprovante de residência.

Na porta de cada unidade, haverá a lista com o nome de todos os idosos cadastrados pelo Plano Municipal de Imunização na faixa etária acima de 85 anos, para a checagem.

Em todos os locais de vacinação, haverá uma equipe de enfermagem que fará a triagem dos idosos, aferindo temperatura, pressão, sintomas gripais e checando dados sobre comorbidades. Essa mesma equipe fará o acompanhamento do idoso pós-vacinação.

- Publicidade -

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Por favor, insira seu comentário!
Por favor, informe seu nome aqui