ENTREVISTA: Aguilar Junior segue para segundo mandato em Caraguatatuba

Compromisso de continuar trabalhando por Caraguatatuba nos próximos 4 anos

0
116
fappornvideos.com www.xxnx.sex phimtube
Aguilar Junior
Aguilar Junior vai administrar a cidade por mais quatro anos (Foto: NI)
- Publicidade -

O prefeito reeleito de Caraguatatuba, Aguilar Junior (MDB), é nosso segundo entrevistado após o término do processo eleitoral e fala da expectativa para gestão 2021/2024. Ele recebeu 27.183 votos, o que equivale a 42,27% do total de 98.546 votantes, 2.219 votos de diferença do segundo colocado, Mateus Silva (PSDB), e segue para seu segundo mandato.

- Publicidade -

Junto com seu vice Dr. José Ernesto, ele faz parte da Coligação “Fazer Ainda Mais por Caraguá” composta pelos partidos MDB, PDT, PSD, PP, PCdoB, PV, PSC e PROS.

Para ele essa diferença é muito significativa. “Me sinto muito feliz e também muito responsável por todo o trabalho, com vontade de fazer sempre mais pela cidade. Eu tenho um compromisso de continuar trabalhando e é isso que eu vou fazer nos próximos quatro anos”.

Ao avaliar sua forma de gestão neste primeiro mandato, onde teria optado pela humanização, Aguilar Júnior frisa que “na verdade qualquer obra, qualquer ação que fazemos, sempre pensamos no ser humano. Seja uma pavimentação de rua, seja uma escola, creche ou regularização fundiária ou uma obra contingente”.

Para ele, sua forma de governar a cidade neste período de pandemia contra o novo coronavírus (Covid-19) ajudou em sua reeleição.

Aguilar Junior
Aguilar Junior vai administrar a cidade por mais quatro anos (Foto: NI)

“Na verdade, as pessoas tiveram a oportunidade de me conhecer, de conhecer o lado de liderança, de administrador. Foi um grande desafio fazer esse equilíbrio entre saúde, preservar vidas e também preservar a economia do município”, destaca e reforça que, por outro lado, teve a oportunidade de amadurecer com a experiência. “Me fez crescer muito enquanto ser humano e deu a oportunidade da população me conhecer”.

Segundo ele, durante a pandemia sempre deixou bem claro que “nosso maior objetivo é salvar vidas, seja do ponto de vista da saúde, seja na economia, ou melhorar a vida do cidadão de forma geral. Então, vou continuar trabalhando sempre em prol do ser humano, cidadão de Caraguá”.

Ele atentou que nessa fase mais crítica não ficou em casa, foi pra rua ficar na linha de frente, “até contrai a doença, mas era um risco que eu tinha que correr”.

Sobre a possibilidade de uma segunda onda chegar ao País, mais especificamente em Caraguatatuba, ele disse não poder falar com certeza que não vai chegar, mas  acredita muito na possibilidade da vacina chegar nos próximos meses, diria até nos próximos dias.

“Tenho monitorado o sistema de saúde que não foi montado apenas para a pandemia, é um sistema que está fixo, seja nas UPAs (Unidades de Pronto Atendimento), na Casa de Saúde Stella Maris ou no Hospital Regional”.

Turismo

Já chegando na alta temporada de verão e com ao mesmo tempo com o Estado regredindo para a fase amarela do Plano São Paulo contra a Covid, Aguilar Junior fala da expectativa para o período de maior significado para a economia do município, com o turismo e ao mesmo tempo evitar a explosão de casos.

Somente na semana do Ano Novo a previsão é da cidade receber mais de 500 mil turistas, totalizando mais de 1,2 milhão até o final da temporada.

Nos últimos dias foi lançada a campanha ‘Verão sem Covid’, com campanhas de conscientização, instalação de faixa orientando a população e turistas sobre a obrigatoriedade ao uso de máscara de proteção facial, mostrando a todos que ainda se vive em uma pandemia.

“Por outro lado, estamos criando um elo entre o comerciante e a prefeitura para prepará-los para a temporada de verão e eu acredito que será a melhor temporada de todos os tempos, estou bastante otimista”, salientou. “Acho que vai ser o grande diferencial conseguir manter uma retomada econômica com segurança. Assim, o comerciante ganha dinheiro e a gente continua preservando vidas”, acrescentou.

Uma das preocupações do prefeito reeleito é com as denúncias de demissões em massa no Hospital Regional, que neste momento serve de suporte para atender os pacientes em estados mais graves de Covid.

Conforme ele, já foi enviado ofício para o governo do Estado, assim que tomou conhecimento das denúncias,  cobrando um posicionamento tanto do governador João Dória quanto do Instituto Sócrates Guanaes, empresa que administra o HR.

“O Hospital Regional foi bastante esperado, foi uma luta nossa e a tendência seria aumentar o numero de servidores, funcionários e o número de vagas disponíveis. Eu vou cobrar a reabertura imediata do hospital com todo o vapor. Esse que é o objetivo”.

O prefeito também prometeu verificar os casos dos demitidos “Eles podem ter demitido pra contratar outras pessoas, fazendo a reposição. O que não pode é ter a perda do serviço e diminuição do número de leitos disponíveis, seja de UTI ou de enfermaria”.

Aulas presenciais em 2021

Sobre o ano letivo de 2021, Aguilar Junior garantiu que as aulas presenciais só voltarão quando houver segurança pra esse retorno. “Nossa equipe pedagógica vem trabalhando nos últimos seis meses para criar o protocolo sanitário. Importante deixar claro que nós vamos retornar com segurança e, principalmente, envolvendo os pais”.

O prefeito reforçou que os pais precisam se sentir seguros para mandar seus filhos para as escolas e, enquanto, isso a aulas remotas vão continuar.

“Nós temos feito uma busca ativa nas crianças que não têm acesso ao computador, celular ou tablet e imprimimos todo o material didático para que possam fazer as atividades e depois nós corrigimos. Inclusive, quero destacar o trabalho dos professores em forma geral que têm se dedicado ao máximo para conseguir atender essas crianças”.

Servidor Público na gestão Aguilar Junior

Aguilar Junior afirmou que o servidor público é quem faz o serviço acontecer de fato. “Eu me sinto um servidor público, sempre me coloco no lugar deles”.  Ele explicou que o artigo 8º da Lei Complementar 173 do Governo Federal, restringe várias situações, mas, por outro lado, estão entrando com uma ação contra a inconstitucionalidade desse artigo.

Aguilar Junior
Aguilar Junior vai administrar a cidade por mais quatro anos (Foto: NI)

“Ele acaba restringindo o aumento do salário do servidor, pagamento de quinquênio e outros benefícios, contratação de servidores públicos por meio de concursos, etc.”.

Segundo o artigo 8°, está proibido, devido a pandemia do novo coronavírus, conceder, a qualquer título, vantagem, aumento, reajuste ou adequação de remuneração a membros de Poder ou de órgão, servidores e empregados públicos e militares, exceto quando derivado de sentença judicial transitada em julgado ou de determinação legal anterior à calamidade pública; não podendo criar cargo, emprego ou função que implique aumento de despesa.

Entre outras coisas, está admitir ou contratar pessoal, realizar concurso público ou contar esse tempo como de período aquisitivo necessário exclusivamente para a concessão de anuênios, triênios, quinquênios, licenças-prêmio e demais mecanismos equivalentes que aumentem a despesa com pessoal em decorrência da aquisição de determinado tempo de serviço, sem qualquer prejuízo para o tempo de efetivo exercício, aposentadoria, e quaisquer outros fins.

“Queremos fazer concursos públicos depois de um levantamento interno de todos os cargos necessários que estão vagos e quais são as demandas. Por enquanto, é um processo interno, então quando tivermos tudo formatado e conseguirmos derrubar essa lei, na verdade, julgar inconstitucional, vamos promover um concurso público ano que vem”, prometeu.

Em relação a uma possível mudança no primeiro escalão da administração, Aguilar Junior fez mistério: “Vão ter sim, mas só divulgaremos mais para o final de dezembro”.

- Publicidade -
frpornosexe big tit woman dildos her snatch.
cum from gross fat guy. indianxnxx swallowed adorable teens take turns sucking a big cock.
xxxbunker

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Por favor, insira seu comentário!
Por favor, informe seu nome aqui