Funcionários denunciam demissão em massa no Hospital Regional

O hospital foi inaugurado em março deste ano para atender a demanda de pacientes da pandemia de Covid-19 no Litoral Norte

0
2107
fappornvideos.com www.xxnx.sex phimtube
prefeitos
Prefeitos visitaram Hospital regional nesta terça-feira (Foto: PMC/ Divulgação)
- Publicidade -

O Hospital Regional do Litoral Norte (HR), localizado em Caraguatatuba, está realizando demissão em massa de funcionários. A denúncia chegou ao Nova Imprensa por meio de trabalhadores e familiares do local. A Secretaria de Saúde do Estado de São Paulo negou.

- Publicidade -

O pai de um dos demitidos, em desespero, fez um apelo para que algo fosse feito, já que “o governo não repassa verba e com isso o hospital não tem como pagar seus funcionários”. Ele informou, ainda, que cargos de chefia foram quase todos desligados, assim como Recursos Humanos, enfermeiros, seguranças, responsáveis pela limpeza e até de profissionais clínicos.

“A equipe da cozinha foi dispensada e até dezembro será servido marmitex no hospital, depois não se sabe como será”, lamenta.

O HR foi aberto parcialmente em 30 de março deste ano, depois de um atraso de aproximadamente dois anos, apenas para atendimentos de casos de Covid-19, funcionando com 20 leitos de UTI e 10 de enfermaria. Atualmente, o local conta com 198 colaboradores e 146 terceirizados e prestadores de serviço.

A cidade precisa do Hospital Regional, diz prefeitura

Segundo o prefeito de Caraguatatuba, Aguilar Junior, hoje existe uma clara e real necessidade de abertura de mais leitos para atender todas as cidades do Litoral Norte.

“Temos recebido relatos diários de demissões de funcionários nas mais variadas áreas, sendo que o ideal seria o contrário, ou seja, admissão de mais funcionários. Existe uma preocupação se formos atingidos por uma segunda onda da doença”, escreveu em ofício encaminhado ao governador de São Paulo, João Dória, e à direção da Organização Social Instituto Sócrates Guanaes, administradora da unidade hospitalar.

Ele reforçou, ainda, que o Hospital Regional ainda não iniciou as atividades para aquilo que foi realmente projeto. “O projeto inicial era para 220 leitos nas mais diversas áreas e ainda abrigar os serviços para tratamento de Oncologia”.

A Secretaria de Saúde do Estado de São Paulo, informou, por meio de sua assessoria de comunicação, que não procede a informação de que uma demissão em massa estaria ocorrendo.

“Além disto, o Hospital Regional Litoral Norte ressalta que é inverídica a informação de que a alimentação dos colaboradores teria sido cortada. O contrato com a empresa responsável por fornecer alimentação aos colaboradores está vigente e sem alteração alguma”.

- Publicidade -
frpornosexe big tit woman dildos her snatch.
cum from gross fat guy. indianxnxx swallowed adorable teens take turns sucking a big cock.
xxxbunker

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Por favor, insira seu comentário!
Por favor, informe seu nome aqui