Ilhabela aprova projeto para ligação de esgoto gratuita em casas de baixa renda

Para se enquadrar no benefício, a família deve ter renda de até um salário mínimo por pessoa

0
133
Obras para ligação de esgoto devem atender famílias de baixa renda (Foto: Sabesp/ Divulgação)

Foi aprovado o projeto de lei que autoriza a Prefeitura de Ilhabela a criar subsídio financeiro às famílias de baixa renda para execução da obra necessária para conectar as residências à rede pública coletora de esgoto.

- Publicidade -

Para se enquadrar no benefício, a família deve ter renda de até um salário mínimo por pessoa. A proposta é do vereador Luiz Paladino (PSB) e foi aprovada por unânimidade na noite desta terça-feira (6), na Câmara Municipal.

Segundo o parlamentar, o investimento em saneamento básico se reflete também na saúde e meio ambiente, ainda mais relevante no caso de Ilhabela, que tem nas praias e cachoeiras os principais atrativos turísticos.

“A obra de ligação do esgoto é cara e não só assusta as pessoas, como impede que as famílias de baixo poder aquisitivo consigam realizá-la, sem prejuízo do sustento próprio e de suas famílias”, reforça o parlamentar.

Ao mesmo tempo, Luiz Paladino (PSB) chama a atenção para as responsabilidades da prefeitura e da Sabesp na garantia do tratamento desse esgoto. “Não adianta fazer com que as pessoas se liguem na rede coletora e o esgoto não receber o tratamento adequado. Nós vivemos em uma ilha com 85% de mata atlântica, temos no turismo a principal economia e precisamos pensar em nossas cachoeiras e praias. Pagamos caro por esse serviço e a Sabesp tem que entregar um trabalho de excelência”, garantiu.

O vereador tem cobrado melhorias no serviço e soluções para o problema do saneamento básico em Ilhabela, além do sistema de abastecimento de água, que é deficiente e não atende a população e os turistas de forma satisfatória nos meses de alta temporada. Entre as cobranças está a revisão do plano municipal de saneamento básico, conclusão das estações de tratamento, extensão da rede coletora em diversos bairros como Barra Velha, Reino, elevatórias da Cocaia, Costa Bela I e II, reservatórios do Green Park. As obras mal planejadas realizadas pela concessionária, que afetam o dia a dia da cidade e deixam ruas esburacadas, também são alvo de constantes reclamações da população.

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Por favor, insira seu comentário!
Por favor, informe seu nome aqui