Caçadores são presos em unidade de conservação e multados em mais de R$ 81 mil

Foram apreendidas armas, munições e mais de 20 aves silvestres

0
486

Dois caçadores foram presos em um rancho utilizado para caça de animais silvestres, dentro da Unidade de Conservação, localizada no bairro Pontal da Cruz, em São Sebastião.

- Publicidade -

A Polícia Militar Ambiental, juntamente com agentes da Fundação Florestal percorreu duas horas de trilha no interior da unidade até chegar ao rancho.

No local, encontraram dois homens e duas espingardas, uma de calibre 20 e outra calibre 28, 12 munições calibre 20, 12 munições calibre 36 e 12 munições de calibre 28, todas intactas.

Os policiais e os agentes localizaram também uma gaiola contendo uma ave silvestre usada como “chama” (utilizada para atrair outras aves).

Os suspeitos confessaram a posse das armas e aves. A equipe foi até a residência de um dos homens, onde encontraram mais duas espingardas, sendo uma de calibre 28 e uma de calibre 36 ; 73 munições de calibres diversos; quatro espingardas de pressão e 22 aves silvestres de espécies diversas mantidas ilegalmente em cativeiro, em condições de maus tratos.

Os policiais deram voz de prisão a ambos, com base nos artigos 25 e 29 da resolução SMA 48/14 e apresentaram a ocorrência na delegacia de Polícia Civil, onde o delegado de plantão ratificou a prisão com base nos artigos 29, 40 da lei federal 9.605/98 e artigo 12 da lei 10.826/03 do Estatuto do Desarmamento e apreendeu as armas e as munições. Foi estipulada fiança de R$ 4 mil.

Na esfera administrativa foi lavrado o Auto de Infração Ambiental em cada infrator, com base no artigo 29 da Resolução da Secretaria do Meio Ambiente Nº 048/14, com aplicação de multa no valor R$ 69 mil resultante dos maus tratos e no artigo 25, parágrafo 3º, inciso III, totalizando o valor de R$ 81,5 mil.

Os animais foram reintroduzidos na natureza, pois haviam sido capturados recentemente e apresentarem condições para soltura.

A Polícia Militar Ambiental informa que denúncias podem ser feitas pelo telefone (12)3886-2200;

 

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Por favor, insira seu comentário!
Por favor, informe seu nome aqui