Exército apoia situação no Litoral Norte e desmente fake news

Simulação na Topolândia viralizou como verdadeira nas redes sociais

0
2419
Militares vieram para treinamento e acabarm dando apoio ao Litoral Norte (Foto: Divulgação)

Mais de 1,8 mil soldados do Exército Brasileiro desembarcaram no Litoral Norte na última sexta-feira (17) para realização de treinamentos. Porém, com a situação vivenciada na região, o grupo acabou se tornando mais um apoio às prefeituras. As equipes atuaram na realização do bloqueio de vias devido a quedas de barreiras e ajudaram vítimas de alagamentos.

- Publicidade -

A 12ª Brigada de Infantaria Leve (Aeromóvel) do Exército Brasileiro, com sede em Caçapava, permanece até dia 23 de maio em exercício de adestramento em Operações de Garantia da Lei e da Ordem (GLO) no Litoral Norte. São mais de 1,2 mil soldados em treinamento e mais de 600 no apoio, além de militares das Forças Auxiliares da região.

Fake News

Inicialmente, a visita do Exército havia sido marcada para a realizaçães de ações preventivas de Garantia da Lei e da Ordem (GLO), tendo por objetivo a preservação da ordem pública. Várias situações-problema foram criadas pela direção do exercício exigindo dos militares alto grau de profissionalismo, conhecimento técnico e tático, além de rígidos procedimentos de segurança.

Em uma dessas simulações, o Exército fez um treinamento de ataque no bairro da Topolândia, em São Sebastião, onde parte do próprio grupo, sem roupas militares, jogava pedras no batalhão. A situação foi filmada e caiu nas redes sociais como se os moradores do local tivessem realmente atacado o Exército.

Segundo o Major Anderson Yury Rodrigues, oficial de Comunicação Social da 12ª Brigada de Infantaria Leve, “no local foi realizado um exercício de controle de distúrbio, mas com os nossos soldados fazendo o papel de manifestantes. Pudemos notar que muitas pessoas filmaram a simulação e acabaram divulgando como se fosse uma cena real, mas foi tudo tranquilo na Topolândia”, explicou ele.

Nesta segunda-feira (20), as tropas iniciaram operações dentro do contexto de uma situação de instabilidade da segurança pública, onde órgãoes perderam suas capacidades operativas, levando a uma situação de ameaça à ordem pública. Este exercício é considerado interagências, uma vez que conta com a participação e parceria das Prefeitura, Defesa Civil e Guarda Municipal dos Munícipios São Sebastião, Ilhabela, Caraguatatuba e Ubatuba, Polícia Militar do Estado de São Paulo, Receita Federal, Polícia Federal e Capitania dos Portos, todos complementando as capacidades do exército no contexto do exercício, segundo o Major.

Números

Em São Sebastião, o total de soldados gira em torno de 800 homens. O grupo é composto pelo 4º Batalhão de Infantaria Leve (4º BIL) e do Comando da 12ª Brigada de Infantaria Leve (Aeromóvel) e Companhia de Comando da 12ª Brigada de Infantaria Leve (Aeromóvel), com cerca de 100 militares, alojados no Estádio Municipal “Otoniel Santos”.
Em Caraguatatuba, são 400 militares do 6º Batalhão de Infantaria Leve, alojados no Centro Esportivo Municipal Ubaldo Gonçalves (Cemug). Em Ubatuba, 385 militares que compõem o 5º Batalhão de Infantaria Leve (5º BIL) estão alojados no Clube ACIU, Terminal Turístico e Ginásio Tubão. Em Ilhabela também são 385 militares, composto pelo 20º Grupo de Artilharia de Campanha Leve, alojados no Ginásio Itaquanduba.

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Por favor, insira seu comentário!
Por favor, informe seu nome aqui