Moradores de São Sebastião organizam protesto contra Ecobus

Nas redes sociais o grupo denuncia sucateamento dos ônibus, atrasos, descumprimento de horários, falta de segurança e má conduta dos motoristas

0
1012
O protesto está macado para dia 8 de abril (Foto: Divulgação)

Moradores de São Sebastião estão organizando protesto contra a Ecobus, empresa responsável pelo transporte público da cidade há mais de 10 anos, para 8 de abril, às 13h, em frente à Igreja Matriz, no Centro da cidade. Os manifestantes denunciam sucateamento de veículos, atrasos nos percursos, descumprimento de horários, falta de treinamento e má conduta dos motoristas, além da insuficiência na frota e falta de segurança.

- Publicidade -

O grupo de usuários está se organizando em uma rede social e compartilhando diversas fotos, vídeos e relatos de incidentes com ônibus da Ebobus. Em uma das denúncias, o eixo da roda de um dos veículos teria entortado durante o percurso e ficou pendurada ao chegar no Centro da cidade, em frente à Lojas Cem.

Outro relato é da usuária Milena, que informou que o volante do coletivo saiu na mão do motorista durante um trajeto no último domingo à noite. Ela conta que fez um vídeo, mas que não houve resposta da empresa. Outro caso foi registrado no Carnaval e denunciado por um leitor do jornal Nova Imprensa que enviou fotos de um ônibus que perdeu duas rodas.

Segundo Daniel, um dos sebastianenses que já garantiram presença no protesto, são muitos motivos que levaram a organização do ato.

“Em 2017 a empresa foi notificada pelo Ministério Público a respeitar os horários, mas nada aconteceu. Outra razão é o péssimo estado de conservação dos ônibus, as frotas estão sucateadas e são maquiadas para poder rodar”, diz.

“Desde 2017 acontecem casos de ônibus perdendo rodas. Graças a Deus isso aconteceu com o ônibus em baixa velocidade e ninguém se machucou com gravidade. As pessoas embarcam nesses ônibus com muito medo, se solta uma roda na serra, o ônibus pode despencar para a costeira. Não dá para empurrar com a barriga. O ônibus transporta crianças para a escola todos os dias, não podemos ficar em silêncio esperando uma tragédia acontecer”.

Em junho de 2018, a justiça determinou que os ônibus da empresa deveriam passar por perícia, mas não houve solução para o problema até o momento.

Até o fechamento desta edição, a assessoria de imprensa da Ecobus não havia se manifestado.

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Por favor, insira seu comentário!
Por favor, informe seu nome aqui