Carnaval de Rua de São Sebastião tem reviravolta e X9 é campeã

Brigas e ameaças marcaram o ritmo da folia momesca neste ano 
Brigas da apuração desencadearam mudanças no resultado (Foto: Divulgação)

Uma reviravolta marcou o Carnaval de Rua de São Sebastião na noite de quinta-feira (22). Por decisão unânime, a Associação Sebastianense das Entidades Carnavalescas (Asec) declarou a escola X9 da Costa Norte campeã de 2018 e a Ki-Fogo Pontal da Cruz acabou perdendo o título.

As escolas Acadêmicos de São Francisco e Mocidade Independente da Topolândia também perderam pontos e desceram uma posição cada. A Sol da Vila Amélia permaneceu na quinta colocação.

Brigas durante a apuração e ausência no Desfile da Apoteose foram os principais motivos que culminaram com as punições. Inicialmente a Ki-Fogo havia sido declarada campeã do Carnaval de Rua, mas como as outras agremiações discordaram das notas dos jurados, houve confusão no dia da apuração.

O presidente da Asec, João Roberto Alves, o Beto, explicou que o regulamento não permite brigas verbal ou fisicamente, por isso, Acadêmicos e Mocidade foram punidos no dia da apuração com perda de cinco pontos cada. 

A partir daí teriam ocorridos ameaças à Ki-Fogo, inclusive que os integrantes seriam atacados caso entrassem na avenida para desfilar na Apoteose. Na ocasião, o presidente da agremiação, Willer Borges, optou por garantir a segurança dos membros e ninguém foi à avenida na terça-feira (13/2).

“A Ki-Fogo foi punida por não desfilar na Apoteose, pois decidimos preservar os integrantes, pois estávamos sofrendo fortes ameaças. Quem vota são os presidentes das escolas, eu abandonei a reunião e eles decidiram por punir a nossa agremiação. Muito triste para o Carnaval em relação à punição da Mocidade e da Acadêmicos”, declarou Borges.

Por essa falta, os diretores da Asec convocaram uma reunião extraordinária e foi dada a punição à escola do Pontal da Cruz que com a perda de pontos ficou com a segunda colocação.

Feliz mesmo ficou o presidente da X9 Costa Norte, Antonio Fermiano dos Santos, o Simonal, já que pela primeira vez agremiação conquistou um título. “O regulamento permite a punição e é um prazer para a X9 conquistar esse titulo”, disse o carnavalesco que há 15 anos acompanha a escola. Ele agora aguarda para saber quando será a entrega dos troféus. 







Compartilhe no Google+
    Comente com o Blogger
    Comente com o Facebook

0 comentários:

Postar um comentário