Estudantes de Caraguá fazem letra de música com história da Guerra Fria

Professora explica que aprender o conteúdo dde forma lúdica torna o aprendizado mais eficaz e duradouro
Projeto é da professora Luciana Vitorino, do Perequê-Mirim (Foto: PMC/ Divulgação)

Foi-se o tempo em que aprender História era na base da “decoreba”. A professora Luciana Vitorino de Oliveira, do Ciefi Profª Edna Maria Nogueira Ferraz, no bairro Perequê-Mirim, em Caraguatatuba, desafiou os alunos dos 9º anos, a transformar os temas Guerra Fria, Muro de Berlim e desastre nuclear em Chernobyl, na Rússia, em letra de música e apresentá-los em forma de paródia.

De acordo com a professora de História, aprender o conteúdo dos livros didáticos de forma lúdica torna o aprendizado mais eficaz e duradouro.

“A música é uma forma de assimilar os temas com brincadeira, diversão e interatividade. A paródia que eles fizeram com músicas que escutam, potencializa a aprendizagem. Também por meio desse exercício, reforçamos a autoestima e valores sociais”, observou Luciana.

Pode parecer estranho, mas "Despacito", do porto-riquenho Luis Fonsi e Cara Bacana do MC Zequinha tiveram suas letras transformadas para explicar os temas históricos.

Os colegas Iago Antero e Bianca Makuyama, do 9º ano D, disseram que não foi fácil adequar o conteúdo sobre Guerra Fria, a construção do muro de Berlim e o desastre em Chernobyl na forma de paródia musical. “A pesquisa e o exercício de transformar a matéria em música fez com que aprendêssemos muito”, afirmaram ambos.

Compartilhe no Google+
    Comente com o Blogger
    Comente com o Facebook

0 comentários:

Postar um comentário