Cobra de quase 3 metros é encontrada dentro de telhado de casa em Ilhabela

A serpente da espécie caninana teve que ser retirada por três homens do Corpo de Bombeiros


A serpente tem 2,7 metros (Foto: NI)

Uma cobra da espécie caninana de 2,7 metros entrou no forro do telhado de uma casa, no bairro do Taubaté, região sul de Ilhabela, e teve que ser retirada pelos Bombeiros. O caso aconteceu na manhã de quarta-feira (8).

Segundo o casal que mora no local com um bebê de apenas dois meses e um cachorro, a serpente teria entrado pelas telhas para comer os ovos de passarinhos que haviam feito um ninho ali há poucos dias. Os moradores ouviram o barulho do animal rastejando e quando o marinheiro Rodrigo dos Santos, 24 anos, foi verificar, se deparou com a cobra.

Devido o tamanho do animal, os moradores pediram ajuda da equipe do Corpo de Bombeiros. Três homens foram até o local e retiraram a serpente com equipamentos específicos de resgate. O bicho foi devolvido para a Mata Atlântica, em um local sem vizinhança.

"Já sabíamos que era alguma coisa grande pelo barulho. Ela rastejou o teto todo e dava pra ouvir as telhas levantando. Mas não esperava uma cobra fazendo isso", contou Rodrigo.

A canina não é venenosa, mas é conhecida por ser arisca e sua mordida é perigosa. Segundo veterinários, a quantidade de bactérias presentes nos dentes da espécie pode levar à necrose da região ferida. Inclusive, a picada pode levar a morte de animais domésticos, como cães e gatos. 

De acordo com o Sargento Orlando, que atendeu a ocorrência, a picada de um animal dessas proporções poderia ter causado ferimentos graves.


Compartilhe no Google+
    Comente com o Blogger
    Comente com o Facebook

0 comentários:

Postar um comentário