82 kg de sardinha sem procedência são apreendidos em Caraguatatuba

Espécie está em seu período de defeso, o que torna a sua pesca um crime ambiental

0
125
defeso da sardinha
As sardinhas apreendidas foram doadas (Foto: CiaMar)
- Publicidade -

Em meio ao defeso da sardinha, 82 kg do peixe foram apreendidos em Caraguatatuba, neste domingo (7). Os pescados foram apreendidos e doados ao Lar Vicentino.

- Publicidade -

Segundo a Polícia Ambiental Marítima (CiaMar), a equipe realizava fiscalização de depósitos de pescado no município, quando flagrou a remessa de sardinha verdadeira. Devido o período de proteção da espécie e a falta da documentação sobre a origem da pesca, o ato configura crime ambiental.

defeso

O proprietário do depósito foi autuado por “comercializar pescado sem comprovação de origem” e foi multado em R$ 4.680.

Defeso da sardinha

O defeso é o período em que as atividades de pesca esportiva ou comercial são proibidas ou controladas para proteção de uma espécie.

O tempo é estabelecido de acordo com a época de reprodução de cada animal, visando a sua preservação e a perpetuação, além da manutenção do setor pesqueiro.

No Brasil, as normas de defeso são responsabilidade do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama). O órgão estabelece as regras através de portarias e instruções normativas discutidas e publicados de acordo com cada espécie e sua área de ocorrência.

Denúncias de crimes ambientais podem ser feitas pelo telefone (13) 3348-4750.

- Publicidade -

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Por favor, insira seu comentário!
Por favor, informe seu nome aqui