São Sebastião adere fase vermelha e anuncia fechamento de comércios

Ubatuba já havia ampliado restrições e Caraguatatuba vai emitir novo decreto na segunda-feira (25) - feriado na capital; Ilhabela não se posicionou sobre a medida estadual de contenção da Covid-19

0
1377
fase vermelha
Fase Vermelha foi determinada pelo Estado após registro do pico da pandemia em janeiro (Foto: Divulgação)
- Publicidade -

A Prefeitura de São Sebastião comunicou, na tarde desta sexta-feira (22), que vai aderir à fase vermelha do Plano São Paulo. Mais uma vez a Prefeitura não detalhou as restrições que pretende adotar.

- Publicidade -

As regras entram em vigor a partir de segunda-feira (25) – feriado de aniversário da cidade de São Paulo, período que região aguarda aumento de turistas.

Caraguatatuba informou que as mudanças serão comunicadas na segunda-feira, com publicação de novo decreto e adequações nas regras.

Em Ubatuba, foi emitido um decreto aumentando as restrições e determinado fechamento de praias, na última segunda-feira (18) devido o aumento de casos da Covid 19 observados desde o início do ano.

A Prefeitura de Ilhabela não se posicionou sobre a medida estadual.

Fase vermelha

As restrições impostas pelo governo do Estado visam a contenção da segunda onda de contaminação pelo coronavírus, que atingiu, em janeiro, o maior número de casos desde o início da pandemia.

De acordo com o Plano SP, na fase vermelha é proibido o consumo em bares, restaurantes, lanchonetes e similares, sendo permitido somente o delivery. Também devem ficar fechadas lojas, academias e salões de beleza. Venda de bebidas alcoólicas é proibida depois das 20h.

Estabelecimentos de hospedagem, oficinas automotivas, lojas de materiais de construção, assistência de produtos eletrônicos e bancas de jornal estão entre os serviços essenciais que podem continuar funcionando plenamente. O plano não estipula regramento para o comércio ambulante, marinas e praias.

São Sebastião

O prefeito Felipe Augusto, que até semana passada relutava em aderir às regras do Estado, comentou a mudança no posicionamento do município. “Natal e Réveillon é quando o comerciante consegue recuperar as perdas financeiras. Já passaram os feriados, e nesse momento é necessário acompanhar o Plano SP”, disse Felipe, à Rádio Bandeirantes.

O prefeito declarou ainda mais uma alteração no calendário escolar. Ontem, a Prefeitura anunciou o início do ano letivo para o dia 4 de fevereiro, com aulas online. Agora, Felipe diz que será dia 8. Essa já é a terceira alteração no cronograma das escolas em menos de duas semanas.

Apesar da adesão à fase vermelha, o prefeito procurou manter o discurso de “cidade protegida”, dizendo que a ocupação da UTI está abaixo de 50%. “A menor do Vale e Litoral Norte”, afirmou ele.

Porém, segundo o boletim divulgado pela Prefeitura, na manhã desta sexta, havia 14 pessoas internadas na UTI, o que representa 70% de ocupação.

*Colaboração: Helton Romano

- Publicidade -

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Por favor, insira seu comentário!
Por favor, informe seu nome aqui