Despesas da Câmara de São Sebastião crescem 24% em dois anos

Foram gastos R$ 37,4 milhões na gestão do ex-presidente Teimoso

0
77
câmara
Teimoso foi presidente da Câmara nos anos de 2019 e 2020 (Foto: CMSS/ Divulgação)
- Publicidade -

As despesas da Câmara de São Sebastião cresceram 24% na gestão do vereador Edivaldo Campos, o Teimoso. Ao todo foram gastos R$ 37,4 milhões ao longo dos dois anos que Teimoso administrou o Legislativo da cidade. Já nos dois anos anteriores, na gestão do ex-vereador Reinaldinho Moreira, as despesas somaram R$ 30,1 milhões.

- Publicidade -

Com cerca de 130 funcionários, a Câmara de São Sebastião tem uma folha de pagamento que gira em torno de R$ 1,3 milhão. O valor é superior ao da Câmara de Caraguatatuba, mesmo com três vereadores a menos.

A criação de mais cargos comissionados e a distribuição de gratificações ajudaram a elevar as despesas com pessoal. O aumento só não foi maior porque em 2020 não teve reajuste salarial.

Na gestão de Teimoso foram realizadas sete reformas em prédios ocupados pela Câmara. A mais cara delas, que ampliou o plenário, consumiu cerca de R$ 1 milhão dos cofres públicos. O custo se refere à obra de R$ 773 mil e aos serviços complementares contratados, como a instalação de para-raios por R$ 28 mil.

199 móveis para Câmara

No ano passado, Teimoso também resolveu comprar móveis. A primeira aquisição foi em março, quando gastou R$ 167 mil em 199 peças. Somente a poltrona do presidente custou R$ 5 mil.

Não satisfeito, na última semana do mandato, Teimoso gastou mais R$ 52 mil com armários, mesas e cadeiras. A entrega de todo esse material ainda carece de comprovação.

- Publicidade -

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Por favor, insira seu comentário!
Por favor, informe seu nome aqui