Navio da Transpetro pede socorro para 2 tripulantes com Covid-19

Outros 10 marinheiros estão em isolamento com sintomas da doença na embarcação

0
780
Transpetro
Os dois tripulantes do navio João Cândido da Transpetro, contaminados pela Covid-19 foram atendidos em São Sebastião (Foto: Transpetro)
- Publicidade -

Um navio petroleiro da Transpetro pediu socorro, neste sábado (5), em São Sebastião, para dois marinheiros com diagnóstico positivo para Covid-19. Um deles é o comandante da embarcação. Outros 10 tripulantes estão em isolamento com sintomas da doença.

- Publicidade -

O navio João Candido teria como destino Cingapura, no continente asiático, mas precisou parar para que a tripulação fosse atendida. No total, havia 24 pessoas a bordo.

Prefeito se pronunciou: “preocupado”

“Um navio fundeou em São Sebastião com 50% de sua tripulação contaminada com o coronavírus. Fizemos o desembarque de dois tripulantes com baixa saturação e em caso mais grave e estamos dando atendimento. Agora estamos fazendo o rastreio para saber de onde vieram, como aconteceu a contaminação”, informou Felipe Augusto através de live nas redes sociais neste final de semana.

O prefeito ressaltou ainda sua preocupação por São Sebastião estar “na rota destes navios com tripulantes contaminados”.

Atualmente são 15 pessoas internadas na cidade, sendo três pacientes na UTI, mas a situação está sob controle segundo Felipe Augusto, que diz estar atento aos casos que venham de fora, para que não “impactem nos números da cidade e mudem sua classificação no Plano São Paulo”.

Ao todo, desde o início da pandemia, foram registrado 53 óbitos em São Sebastião.

A Transpetro

A Transpetro informou, através de sua assessoria de comunicação, que solicitou o desembarque de dois tripulantes do navio para avaliação médica no município de São Sebastião e que ambos foram prontamente atendidos na rede hospitalar.

Um deles já teria recebido alta e “se encontra cumprindo quarentena em hotel que atende aos protocolos determinados pela Anvisa”. O outro será transferido para um hospital particular em São José dos Campos.

A empresa reiterou que a substituição dos tripulantes foi realizada conforme trâmite interno e legislação em vigor e que os demais tripulantes do navio seguem em quarentena, com monitoramento diário da equipe de saúde da empresa e autoridades locais.

A empresa afirmou ainda que vem adotando procedimentos robustos em todas as suas unidades desde o início da pandemia, atuando sempre de forma diligente. “Entre as medidas de prevenção ao contágio estão o período de quarentena pré-embarque com monitoramento de saúde para todos os marítimos, avaliação de saúde e testes RT-PCR antes do embarque e, a bordo, uso obrigatório de máscaras, distanciamento entre as pessoas e reforço na higienização e nas demais medidas de prevenção”.

- Publicidade -

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Por favor, insira seu comentário!
Por favor, informe seu nome aqui