Caiçara de Ubatuba representa a região no Miss Brasil Plus Size

Gabriela Gissi tem 26 anos e trabalha no Samu

0
422
Agora a Miss vai representar a região no concurso nacional (Foto: PMU/ Divulgação)

A caiçara Maria Gabriela Gissi, 26 anos foi a campeã do Miss Plus Size Litoral Norte, realizado em abril, na cidade de Caraguatatuba. Competindo por Ubatuba, ela levou a melhor entre 37 candidatas e, agora, vai representar a região no Miss Brasil Plus Size, previsto para o mês de novembro, em São José do Rio Preto.

- Publicidade -

Gabi, como é chamada, faz faculdade de Enfermagem e trabalha no Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu). Ela contou que foi a primeira vez em que participou de um concurso, mesmo tendo feito alguns trabalhos “free lancer” como modelo Plus Size em São Paulo e, também, no Litoral.

A nova miss explicou que os desfiles envolveram os trajes de gala e moda praia. As participantes foram divididas em duas categorias: Miss Plus Size – 18 a 35 anos e Senior – 36 a 53 para as seguintes premiações: Miss (1º lugar), Princesa (2º lugar), Musa (3º lugar), Miss Simpatia e Miss Fotogenia.

“Foi muito gostoso porque nos tornamos amigas. Não tinha aquela coisa acirrada de competição. Todas estavam buscando se ajudar. Nos conhecemos no confinamento de três dias, que é uma preparação sempre que há esses concursos. É mais um trabalho de autoestima, de empoderamento, e não de competitividade. É uma forma da gente lutar contra o preconceito, mostrando que podemos tudo e que não é preciso obedecer um padrão”, destacou.

Gabi disse que recebe o apoio da família que, inclusive no dia, esteve presente para prestigiá-la no concurso. “Eu não esperava ganhar. Fiquei muito emocionada. Agora, estarei representando não só as 37 candidatas, mas as mulheres do Litoral Norte. É muita responsabilidade”, confessou.

O foco da vencedora, agora, é a preparação para o Miss Brasil. Entretanto, ela ainda divide seu tempo com o trabalho e, também, comentou sobre sua disposição de incentivar outras mulheres. “Não imaginei a dimensão que isso iria tomar, mas muitas pessoas já me reconhecem na rua. Quero ajudar não só levando a coroa e a faixa, mas incentivando outras mulheres”, concluiu.

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Por favor, insira seu comentário!
Por favor, informe seu nome aqui