Um dos mais importantes critérios para se classificar os cães, está relacionado ao formato da cabeça dos mesmos. Existem os BRAQUICEFÁLICOS, que tem um formato de cabeça arredondado, com focinho curto ou achatado, como o Shih Tzu, o Boxer, o Pug, Vini exemplos.

- Publicidade -

O outro tipo, de focinho mais alongado, é o DOLICOCEFÁLICO, os quais podemos citar como exemplo, o Pastor Alemão, os Galgos, o Border Collie e o Doberman.
Mas o assunto hoje é justamente sobre os BRAQUICEFÁLICOS.

Quanto mais achatado o focinho, maior a dificuldade para esse animal respirar, havendo também concomitantemente, deformidades na mandíbula e na arcada dentária. Muitas vezes, estas alterações levam a dificuldade até para que o animal apreenda o alimento, o que levou ao surgimento de rações com tamanho e formato próprios para facilitar a alimentação destes animais.

A respiração pode ser bastante ruidosa e levar a episódios de falta de ar ou sofrimento respiratório para alguns exemplares, em função da ocorrência de “estenose da traquéia”, que é um estritamente deste órgão, em caráter transitório (quando relacionado com momentos de alegria extrema associada a excitação) ou permanente (em razão de herança genética ou idade avançada).

Em casos mais graves, pode-se proceder a instalação de um acessório denominado “stent de traquéia”, junto a parte externa da traquéia, no ponto onde se detecta o estreitamento, para impedir que o mesmo ocorra.

De uma maneira em geral, são ótimos companheiros, de comportamento fiel e dócil.

Um grande abraço e até a próxima.

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Por favor, insira seu comentário!
Por favor, informe seu nome aqui