Artista curitibano expõe “Prancha em Cores” em Caraguá

Pintor é conhecido internacionalmente e expõe até 12 de maio dez pranchas pintadas a mão

0
309
A exposição conta com 10 pranchas pintadas a mão (Foto: Fernando Gomes)

Dez pranchas pintadas a mão que foram inspiradas nas ondas e nas praias, obra do artista de surf art Tom Veiga estão expostas no shopping Serramar  até dia 12 de maio, na praça principal. O artista plásico curitibano é reconhecido internacionalmente por suas pinturas.

- Publicidade -

“Quando vi um trabalho do Tom Veiga em uma exposição fiquei encantada com os traços e achei ter tudo a ver com nosso litoral. Cores e alegria como nossa região”, conta Carolina Merlim, gerente de marketing do Serramar.

Em entrevista exclusiva ao jornal Nova Imprensa, o artista que reside atualmente na praia de Garopaba, Santa Catarina, com sua esposa e dois filhos, contou que a exposição está estreando em Caraguatatuba e depois segue para outras cidades do Brasil.

“A Carol entrou em contato comigo por email para fazer uma exposição no shopping, então quando fui lançar a nova série Prancha em Cores eu a procurei para poder expor no Serramar”, conta Tom, que já assinou vários projetos com marcas importantes como Billabong, Lightning Bolt na Europa, Reef da Califórnia, Globe também da Califórnia, Havaianas e Mormaii no Brasil.

Com exposições feitas em vários lugares do Brasil e fora como França, Espanha, Estados Unidos e Japão, também tem seu trabalho presente em mais de 30 países e sua arte tem destaque em sites e revistas do mundo todo.

Perguntado se já conhecia Caraguatatuba, Veiga disse que o dia da montagem da exposição foi sua primeira vez na cidade. “Chegamos a noite depois da tempestade (do dia 28 de abril), foi meio tenso até chegar mas no shopping tudo fluiu bem”.

A arte de Tom tem uma identidade marcada, a linguagem é bem pessoal, caracterizada por muitas cores, poucos traços e muito movimento, através do seu estilo tropical transmitindo vida e brasilidade em sua arte.

“Fico feliz quando as pessoas identificam meu trabalho pelo estilo pois é muito difícil encontrar uma linguagem pessoal de trabalho, mas ela não nasceu de um dia para o outro, foram alguns anos tentando me expressar até conseguir, não era dessas pessoas que já gostavam de desenhar desde criança, comecei a criar minhas artes em 2008 e meu estilo surgiu em 2009. Nasceu quando eu estava tentando pintar um quadro de uma onda realista e depois de várias telas pintadas e tentativas frustradas eu desisti e decidi criar uma arte que fosse a minha leitura de uma onda; foi quando me libertei de tentar fazer algo que não conseguia e passei a criar algo que eu enxergava e assim foi nascendo meu estilo e minha forma de ver tudo em ondas”.

A escolha pelo surf art, veio de seu amor pelo mar. “ Em mais de 90% do meu trabalho tem onda, sol, mar, coqueiros, gaivotas, amo representar a criação de Deus chamado mar, pois tem ondas de todas as formas, grandes, pequenas, largas, finas, rápidas, mais lentas, azul, verde, quente, fria e meu trabalho busca refletir essas diferenças através das cores e curvas”, reflete.

Perguntamos ao Tom se é surfista, e ele respondeu que “o engraçado é que eu não surfo, mas amo a cultura do surf e as artes que fiz especialmente para esse projeto do dia das mães refletem um pouco do que vi nas praias da região”.

O brinde de dia das mães para clientes do shopping é uma toalha de praia personalizada, com dois modelos de estampas exclusivas, assinado pelo artista.

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Por favor, insira seu comentário!
Por favor, informe seu nome aqui