População protesta contra Reforma da Previdência em Boiçucanga

Ato será em Boiçucanga e terá intervenções artísticas de músicos, rappers e mc's, além da distribuição de panfletos, discursos com carro de som e caminhada com faixas

0
478
Litoral Norte também entrou no protesto nacional contra reforma em 2017 (Foto: Sindsev)

A comunidade da Costa Sul de São Sebastião está organizando um protesto contra a Reforma da Previdência (PEC 6/19), que está em discussão na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Câmara dos Deputados. O ato, que está sendo organizado pelas redes sociais, está marcado para o próximo sábado (6), às 16h, em Boiçucanga, próximo a rodovia Rio-Santos, na Praça Elpídio Romão Teixeira.

- Publicidade -

Segundo os organizadores, o protesto é pacífico e visa conscientizar a população sobre alguns pontos da reforma que não estariam sendo divulgados. O evento vai contar com intervenções artísticas de músicos, rappers e mc’s, além da distribuição de panfletos, discursos com carro de som e passeata com faixas de protesto. Ainda de acordo com o coletivo, está confirmada a presença de profissionais de diversas áreas, como advogados, dentistas, comerciantes, corretores, professores, além de estudantes da região.

“A organização do evento vem acontecendo há algumas semanas pelas redes sociais e boca a boca e deve mobilizar pessoas das mais diferentes idades e classes sociais. Nossa ideia é chamar atenção para o que acontece o Planalto”, conta um dos organizadores que prefere não se identificar.

Histórico

Em 2017 o Litoral Norte também se mobilizou contra a Reforma da Previdência. Na época, as cidades de Ilhabela e São Sebastião aderiram aos movimentos nacionais de protestos. Os trabalhadores de diversos setores, com apoio de sindicatos da região, também entraram na greve nacional e paralisaram as atividades durante um dia. Os manifestantes caminharam com faixas e fizeram um “apitaço” reivindicando a garantia dos direitos. A terceirização do trabalho também foi pauta dos protestos.

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Por favor, insira seu comentário!
Por favor, informe seu nome aqui