Novos casos de meningite deixam Ilhabela em alerta

Neto de 7 anos do ex-presidente Lula foi vítima da doença na semana passada

0
647
As três crianças seguem internadas na pediatria do hospital Mario Covas (Foto: Nova Imprensa)

Três crianças foram diagnosticadas com meningite em Ilhabela entre segunda (4) e quarta-feira (6). De acordo com a Secretaria Municipal de Saúde são dois casos virais e um bacteriano. A meningite viral não possui vacinas e não deixa sequelas se tratada adequadamente. Já a meningite bacteriana é grave, altamente contagiosa e pode gerar paralisia, surdez, alterações cerebrais e até levar a morte, a exemplo do neto de 7 anos do ex-presidente Luis Inácio Lula da Silva, que foi vítima da doença no dia 28 de fevereiro.

- Publicidade -

De acordo com a pasta responsável, as crianças passam bem e recebem tratamento na ala de pediatria do Hospital Municipal Governador Mário Covas Junior.

Os casos foram registrados nas escolas Salvador Arena e Benedita Salinas, na Barra Velha, e na escola Natã Hugo, no bairro São Pedro, na região sul. As atividades estão suspensas nesta quinta (7) e sexta-feira (8) nas três unidades e os pais estão sendo chamados para orientações.

Vacina

A Secretaria de Saúde informa ainda que a pneumococo (Streptococcus pneumoniae), versão confirmada da meningite bacteriana em Ilhabela, possui vacina e está à disposição nas Unidades Básicas de Saúde, uma vez que já faz parte do calendário vacinal. A primeira dose deve ser dada aos dois meses de vida e a segunda dose aos quatro meses. Aos 12 meses a criança recebe o reforço. Para a meningite viral não há vacinas.

Outros casos

Na semana passada duas crianças de dois anos também foram diagnosticados com meningite viral e passam bem. Um já teve alta e o outro foi transferido, a pedido da família, para um hospital que o atende por meio de convênio médico particular.

A enfermeira Maristela Turato e o médico Alberto Orro estiveram na escola Nilce Signorine, no Portinho, onde estuda uma das vítima, e explicaram que a meningite viral se trata de uma variação do vírus da gripe que se instala no sistema nervoso central (medula e cervical). O que difere a doença do vírus da gripe são os sintomas acentuados e persistentes, febre alta, vômito e cansaço. A equipe pediu cuidados básicos, especialmente com a higiene, como lavar as mãos, evitar contato com fezes e manter o ambiente limpo e arejado.  A transmissão é principalmente via aérea.

O arquipélago enfrentou um surto de meningite bacteriana em 2010 e crianças infectadas precisaram ser ser transferidas para tratamento em Unidades de Terapia Internsiva (UTI) de cidades vizinhas na época. O tratamento da doença é feito com injeções de antibióticos e a internação pode passar de 30 dias. Nenhuma das vítimas do surto de 2010 teve sequelas.

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Por favor, insira seu comentário!
Por favor, informe seu nome aqui