Moradores de Caraguá denunciam crime ambiental na Lagoa Azul

Sabesp e Prefeitura informaram que o lixo flagrado no local turístico deve ter sido arrastado pelas chuvas

0
894
A situação foi regsitrada no último sábado (Foto: Arquivo Pessoal)

Moradores do Jardim Capricórnio, região norte de Caraguatatuba, enviaram vídeos e fotos para a redação do Nova Imprensa, denunciando a quantidade de lixo que havia na Lagoa Azul no último sábado (16). Segundo a estudante Ana Lu Rigatto, 18 anos, “isso é crime ambiental”. O local é conhecido pela cor azul de suas águas e é um dos pontos tuísticos mais procurados no município.

- Publicidade -

“Há um crescimento desordenado dos bairros na região, que deságuam seus dejetos no lago. A cidade usa a imagem da Lagoa Azul para atrair turistas (incentivando o turismo através de placas na rodovia Rio-Santos), mas a o local está abandonado”, desabafou a jovem. A Prefeitura de Caraguatatuba prometeu enviar uma equipe para vistoriar o local.

A administração informou que “segundo o setor de Fiscalização da secretaria de Urbanismo, não foi feita nenhuma solicitação para fiscalização da Lagoa Azul por parte de munícipes. Contudo, em decorrência das fortes e constantes chuvas, é possível que os detritos verificados na lagoa tenham sido arrastados dos bairros acima, por meio das valas de drenagem e do rio Capricórnio, pelas águas pluviais”. A sugestão da prefeitura é que o munícipe que queira denunciar o despejo de esgoto direto na lagoa, deve entrar em contato com o setor de Fiscalização e abrir uma solicitação, obtendo assim um protocolo para acompanhar o andamento da ação.

A Sabesp, responsável pelo saneamento na cidade, informou que o sistema de coleta e tratamento de esgotos de toda a região norte do município encontra-se operando normalmente. “Pelo vídeo e fotos enviados, aparenta tratar-se de lixo descartado indevidamente e arrastado pelas chuvas até a Lagoa Azul”, afirmou a companhia em nota.

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Por favor, insira seu comentário!
Por favor, informe seu nome aqui