Defeito na pista provocou tombamento de ônibus, diz motorista da Litorânea

Uma pessoa morreu e 42 ficaram feridas na segunda-feira (28), em acidente na Rio-Santos

0
240
Ônibus estava com 42 pessoas, mas o motorista a bordo (Fotos: Divulgação)

O motorista da Litorânea Transportes Coletivos que dirigia o ônibus que tombou na Rio-Santos, na última segunda-feira (28), disse à Polícia Civil que o acidente foi causado por um desnível no trecho. Uma pessoa morreu e 42 ficaram feridas no trecho entre Maresias e Boiçucanga, Costa Sul de São Sebastião.

- Publicidade -

José Marcio de Oliveira relatou que fazia a linha São Sebastião/São Paulo, saindo do Litoral Norte às 15h, como fazia diariamente, e quando já descia a serra, com freio motor acionado em velocidade média de 30 km por hora, passou por um desnível ou rachadura na pista, em uma curva para a esquerda, perdendo o controle do veículo e atingiu a valeta de escoamento de água, ocasionando o tombamento. Ele afirmou ainda que não houve falha mecânica ou imperícia de sua parte.

Assim que o ônibus tombou, o motorista informou que retirou o cinto de segurança e como não estava ferido desceu do veículo e parou o trânsito, pedindo ainda que o resgate fosse acionado e ajudando as pessoas feridas.

A advogada da empresa informou à polícia que o ônibus é um veículo novo, de 2018, e que o motorista estava descansado, iniciando a primeira viagem do dia.

O delegado do 2º Distrito Policial em Boiçucanga, Alexandre Bertolini, solicitou a perícia técnica do veículo, assim como o exame de corpo de delito para todas as vítimas, inclusive o motorista.

Até o momento, sete passageiros do veículo permanecem internados no Pronto Socorro Central.

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Por favor, insira seu comentário!
Por favor, informe seu nome aqui