Filipinho é eliminado por Kelly Slater e Medina pode levar o Mundial hoje (17)

O surfista de Maresias só depende de seu desempenho para ser campeão nas ondas de Pipeline, no Havaí
Medina avançou ontem com tubos clássicos em Pipeline (Foto: WSL/ Divulgação)

O surfista ubatubense Filipe Toledo foi eliminado do Campeonato Mundial de Surf pelo 11 vezes campeão  Kelly Slater, neste domingo (16), nas ondas de Pipeline, no Havaí. Agora, Gabriel Medina e o australiano Julian Wilson decidem o título nesta segunda-feira (17), em um mar clássico, a partir das 16h.

Considerada por muitos a melhor onda do planeta, Pipeline terá baterias simultâneas para encerrar a temporada. Após a eliminação, Filipinho declarou publicamente o apoio ao colega sebastianense na luta pelo bicampeonato. 

Medina só depende de seus próprios resultados para levantar a taça. E, se Julian perder antes da decisão, Gabriel também leva o título com qualquer resultado. O cenário para o jovem de São Sebastião é favorável, só que os outros dez surfistas podem entram nessa história entre os dois.

Medina já seria campeão se o conterrâneo Miguel Pupo tivesse ganhado

O surfista de Maresias venceu no domingo contra um inspirado local havaiano, Seth Moniz, tudo chegou a parecer perdido em certo momento. Porém, o brasileiro achou tubos espetaculares, no que foi a melhor bateria do evento e, talvez, do ano. 

Julian Wilson veio 20 minutos depois. E para enfrentar um amigo de infância de Gabriel Medina, Miguel Pupo, também de São Sebastião. O brasileiro, especialista em ondas grandes e tubulares, achou bons tubos ao longo da bateria, mas teve muita dificuldade para completá-los e foi eliminado. Se ele tivesse ganho, Medina já seria campeão mundial. 
Compartilhe no Google+
    Comente com o Blogger
    Comente com o Facebook

0 comentários:

Postar um comentário