Evento Internacional de Astronáutica segue até sexta (7) em Ubatuba

Programação reúne grandes nomes da ciência, tecnologia e engenharia de todo o mundo
Satélite espacial em miniatura é apresentado no evento (Foto: Nasa/ Divulgação)

A cidade de Ubatuba sedia a terceira edição do Congresso da Academia Internacional de Astronáutica (IAA), o 3rd IAA-LACW,  realizado no Teatro Municipal. A programação reúne grandes nomes da ciência, tecnologia e engenharia até a próxima sexta-feira (7), com nomes vindos de países como Russia, Ucrânia, Estados Unidos, Inglaterra e Argentina.

O evento aborda temas relacionados às tecnologias de pequenos satélites, promovendo um fórum entre cientistas e engenheiros, a fim de discutir suas conquistas e descobertas sobre tecnologia de ponta.

Estão confirmados os palestrantes Anna Guerman, do Centro de Mecânica Aeroespacial de Ciência e Tecnologia da Universidade Beira Interior, em Portugal; Benjamin Malphrus, diretor do Centro de Ciência do Espaço da Universidade Estadual de Morehead, nos Estados Unidos e Mikhail Ovchinnikov, chefe do departamento do Instituto Keldysh de Matemática Aplicada da Rússia.

Considerando o aumento ao interesse ao CubeSat e em outros pequenos satélites em atividade e o sucesso recente das iniciativas da America Latina, a Academia Internacional de Astronáutica organizou um workshop com participantes da indústria e estudantes, que terão oportunidade para compartilhar seu conhecimento profissional e expandir sua rede de contatos na área.

Segundo o coordenador do projeto UbatubaSat, da Escola Municipal Presidente Tancredo de Almeida Neves, professor Cândido de Moura, a Academia Internacional de Astronáutica  é uma sociedade científica cujo primeiro presidente foi Neil Armstrong, o primeiro homem a pisar na lua.

Na programação, haverá abordagem sobre novidades técnicas e visões gerais de tutorial sobre o CubeSat e tópicos relacionados a pequenos satélites, mas não limitados a eles, discutindo temas como missões e aplicações inovadoras do CubeSat, desenvolvimento do espaço, sensoriamento remoto e observação da Terra, soluções inovadoras para subsistemas universitários de satélite, CubeSats - futuras cargas úteis e experimentos, dentre outros.

De acordo com Moura, simultaneamente ao Congresso,  também acontece uma exposição do trabalho com uma réplica do satélite lançado em 2017 pelos estudantes do UbatubaSat – aberta ao público das 9h às 11h e das 15h às 17h.

Compartilhe no Google+
    Comente com o Blogger
    Comente com o Facebook

0 comentários:

Postar um comentário