Com a presença de Neymar, Medina vence e pode ser campeão mundial antecipado

O surfista precisa vencer a etapa de Portugal e torcer para o australiano Julian Wilson ser eliminado 
Neymar e Medina na área VIP da WSL (Foto: Divulgação)

O surfista Gabriel Medina está mais perto do título mundial, após vencer duas baterias e avançar na etapa de Peniche, em Portugal, nesta quinta-feira (18). Para se consagrar campeão antecipadamente, o atleta precisa agora vencer a etapa e torcer para que o australiano Julian Wilson seja eliminado antes das semifinais. Caso isso não aconteça, a decisão ficará para a última etapa, em dezembro, no Havaí.

O campeão de 2014 conseguiu o primeiro lugar no quarto round, quando bateu os rivais Michel Bourez e Frederico Morais, do Taiti e de Portugal. O desempenho de Medina foi assistido de perto pelo amigo e atacante do Paris Saint-Germain, Neymar Junior. O jogador acompanhou as baterias de uma das áreas VIPs montadas pela WSL nas areias da praia lusitana.

O mar estava agitado e ninguém havia conseguido pontuação alta, quando Medina deu dois backsides em uma onda curta e pequena e levou ganhando 5,00 pontos. Depois, conseguiu outra que valeu a mesma pontuação e chegou a 10,00, contra 1.77 de Bourez. Mais tarde, o brasileiro trocou um 5,00 por 6,67 e ampliou a vantagem.

O dia teve ainda a derrota do surfista de Ubatuba Filipe Toledo, que estava em primeiro no ranking mundial até a última etapa, mas acabou eliminado na terceira fase. Na sétima bateria, Filipinho fez um duelo equilibrado com o francês Joan Duru e vencia até o minuto final. Porém, em sua última onda, Duru conseguiu uma nota 6 e virou o placar para 12,50 a 12,10.
Compartilhe no Google+
    Comente com o Blogger
    Comente com o Facebook

0 comentários:

Postar um comentário