Prefeitura promete comprar medicamentos não entregues pelo Estado desde 2017

O desfalque engloba 21 rótulos de alto custo para pacientes em tratamento
Prefeitura espera que o Estado retome fornecimento (Foto: Divulgação)

A Prefeitura de Caraguatatuba, por meio da Secretaria de Saúde, entrou com pedido de compra de medicamentos de alto custo para fornecer remédios aqueles pacientes que já passam por tratamento, por meio de processo. Desde 2017, usuários deste tipo de medicação têm tido dificuldade em receber as remessas que deveriam ser fornecidas pela Secretaria de Saúde do Estado de São Paulo.

A compra destes medicamentos será feita até que o Governo do Estado de São Paulo volte a fornecê-los. O secretário de Saúde de Caraguatatuba, Amauri Toledo, afirma que serão comprados 21  medicamentos. “Teremos um instrumento legal para comprarmos estas medicações. Um pedido de compra foi feito e, agora, já aguardamos a chegada dos mesmos com previsão de entrega até o final de setembro”, destacou.

Os medicamentos de alto custo são: Atorvastatina 10 mg, Azatioprina 50 mg, Calcitriol 0,25 mcg, Clozapina 100 mg, Codeína 30 mg, Donepezila 5 mg, Fingolimode 0,5 mg, Hidroxicloroquina 400 mg, Isotretinoina 20 mg, Lamotrigina 100 mg, Leuprorrelina 3,75 mg, Metadona 10 mg, 
Metotrexate 2,5 mg, Pancreatina 10000, Quetiapina 100 mg, Quetiapina 25 mg, Risperidona 1 mg, Risperidona 2 mg, Somatropina 12 ui, Topiramato 25 mg e Topiramato 50 mg.
Compartilhe no Google+
    Comente com o Blogger
    Comente com o Facebook

0 comentários:

Postar um comentário