Ponte do rio Juquehy desaba na passagem de caminhão de carga

O acidente aconteceu na manhã desta sexta-feira (3) e o motorista teve apenas ferimentos leves
Ponte não teria sinalização sobre limite de peso (Foto: Divulgação)

A ponte de madeira do rio Juquehy, na Costa Sul de São Sebastião, desabou durante a passagem de um caminhão de carga, na manhã desta sexa-feira (3). O motorista estava sozinho na hora do acidente e sofreu ferimentos leves.

Segundo informações, a vítima não é do Litoral Norte e trabalhava há 30 anos como caminhoneiro. O homem teria afirmado que chegou a rota por meio de um aplicativo de GPS.

A ponte sobre o rio Juquehy tem limite de peso e foi construída há mais de 20 anos. Ainda segundo testemunhas, não há placas informativas sobre a restrição de acesso de veículos pesados no local.

Sobrecarga 

Em nota, a Prefeitura de São Sebastião informou que a queda da ponte ocorreu pela sobrecarga do caminhão que teria desrespeitado a sinalização definida pelos limitadores de veículos pesados instalados no local. Diante disso, o motorista do caminhão supostamente estaria ciente das consequências quando movimentou os limitadores e forçou a passagem.

Equipes da Coordenadoria de Defesa Civil estão no local acompanhando os trabalhos de retirada do veículo e instalando barreiras de contenção no rio Juquehy e na área de mangue, tendo em vista que houve o vazamento de óleo diesel do caminhão.

A Secretaria Municipal de Meio Ambiente já acionou a Companhia Ambiental do Estado de São Paulo (Cetesb) para avaliação dos danos ambientais e emissão do laudo para aplicação da multa pelos danos à propriedade pública.

A nota diz, ainda que a administração vem substituindo as pontes de madeira por concreto nos bairros da Costa Sul do município e que atualmente está em andamento a construção da ponte de Cambury e, em licitação, as obras de construção das pontes de Barra do Sahy, Barra do Una e a de Juquehy.


Diante do ocorrido, uma equipe da Secretaria Municipal de Serviços Públicos (Sesep) também foi para o local para dar início a uma obra emergencial que possibilitará o acesso ao bairro. 

Compartilhe no Google+
    Comente com o Blogger
    Comente com o Facebook

0 comentários:

Postar um comentário