Manifestantes impedem votação de verba para Pronto Socorro de Caraguá

O PL da Prefeitura prevê crédito adicional de R$ 2,6 milhões para ampliações na Casa de Saúde Stella Maris
Confusão aconteceu na sessão desta ter-feira (Foto: Divulgação)

A Câmara Municipal de Caraguatatuba suspendeu a sessão desta terça-feira (14), após manifestantes impedirem a leitura dos projetos, com xingamentos aos parlamentares. O destaque da pauta era a votação de R$ 2,6 milhões para crédito adicional ao orçamento do município, destinado a construção de Pronto Socorro e ampliação de leitos hospitalares na Casa de Saúde Stella Maris.

De acordo com informações da Câmara, o protesto não teve nenhum foco organizado e os presentes estariam "reclamando por reclamar".

O projeto de lei nº 051/18, do Poder Executivo, prevê a construção de 54 novos leitos de enfermaria/internação, 11 leitos de urgência e emergência, 11 leitos de observação, além de consultórios, farmácia, salas de espera, e outros espaços. De acordo com o documento, a construção se faz necessária, pois a Organização Mundial de saúde (OMS) preconiza de três a cinco leitos para cada habitante.

A Câmara Municipal poderá convocar uma sessão extraordinária para votar os projetos que estavam na pauta desta semana.

As sessões são transmitidas ao vivo pelo site: www.camaracaragua.sp.gov.br, pelo Facebook e também pela Rádio Caraguá FM, 89.5.
Compartilhe no Google+
    Comente com o Blogger
    Comente com o Facebook

0 comentários:

Postar um comentário