Prefeitura pinta pastilhas sobre muro de escola nova e gera polêmica na internet

Outros prédios públicos que possuem o mesmo revestimento também devem passar pelo procedimento
Pintura gerou reclamações nas redes sociais (Foto: Facebook/ Divulgação)

A Prefeitura de Ilhabela pintou uma parede cheia de pastilhas, na frente da escola municipal, Benedita Salinas, na Barra Velha, e causou polêmica nas redes sociais, desde segunda-feira (9). Internautas e pais de alunos da unidade questionaram a causa da reforma, uma vez que a obra da escola e acabamentos foram finalizados em setembro de 2016. Em nota, a administração alegou que a medida visa proteger e ampliar o tempo de vida útil do prédio público.
Pintura foi finalizada nesta terça-feira (10) (Foto: PMI/ Divulgação)

O serviço foi realizado através da Secretaria de Planejamento Urbano, Obras e Habitação e finalizado nesta terça-feira (10). Ainda de acordo com a Prefeitura, o prédio apresentava deterioração do revestimento de pastilha e desgaste do materialhavia deixado as paredes externas expostas às intempéries climáticas. Com a soltura das pastilhas que revestem os limites da unidade escolar, há o risco de esfarelamento e ação da umidade nas paredes. A nova pintura, em epóxi, protegerá o prédio contra essa ação, reduzirá a absorção de água e inibirá o desenvolvimento de fungos e bolores.

Outros prédios públicos que possuem o mesmo revestimento de pastilhas serão analisados e, se necessário, passarão pelo mesmo procedimento.

Erro na obra

A Prefeitura divulgou que a intervenção se fez necessária, mesmo com pouco tempo de uso do prédio, porque o revestimento original não cumpriu sua função por erros de assentamento, conforme informou a secretaria responsável, conduzida pela arquiteta Léia Roefero, especialista em Gerenciamento de Empreendimentos da Construção Civil.

“Com esse trabalho, ofereceremos mais segurança às crianças e funcionários que passam o dia na escola; as paredes estarão protegidas e as ações climáticas não interferirão na qualidade do ensino. Também cumpriremos a Lei Municipal 1173/2016 que diz que os imóveis públicos e particulares utilizados pela Administração terão suas pinturas padronizadas com base nas cores predominantes da bandeira do município”, explanou o prefeito Márcio Tenório.

Compartilhe no Google+
    Comente com o Blogger
    Comente com o Facebook

0 comentários:

Postar um comentário