Com custo de R$ 13 milhões, aeroporto de São José volta a operar em setembro

Companhia aérea Azul vai oferecer voos regulares toda semana com destino ao aeroporto Santos Dumont, no Rio de Janeiro
Aeroporto fico umeses em reforma para reabertura  (Foto: Tião Martins/ PMSJC)

O aeroporto de São José dos Campos, no Vale do Paraíba, será reaberto em setembro deste ano. A companhia aérea Azul, que operou no aeroporto entre 2010 e 2014, colocará novamente a cidade na sua malha aérea. O espaço ficou meses fechado para uma reforma que teve custo de R$ 13 milhões.

A empresa oferecerá dez voos regulares toda semana com destino ao aeroporto Santos Dumont, na cidade do Rio de Janeiro, a partir de 3 de setembro, em um avião ATR 72-600, com capacidade para até 70 passageiros. O tempo estimado de viagem é de uma hora e dez minutos. A chegada em Santos Dumont permite conexão a aeroportos como os de Vitória (ES), Confins (MG), Ribeirão Preto (SP), Curitiba (PR) e Porto Alegre (RS).

O secretário de Turismo de Ilhabela, Ricardo Fazzini, esteve à frente dos esforços para a retomada de operações no aeroporto. A reabertura do espaço é vista por representantes do Litoral Norte (Ilhabela, São Sebastião, Caraguatatuba e Ubatuba) e Serra da Mantiqueira (cadeia montanhosa que se estende pelos estados de São Paulo, Minas Gerais e Rio de Janeiro, e engloba dezenas de municípios), como um avanço para o fomento do turismo nessas regiões.

Durante os meses de outubro e novembro de 2017, Fazzini se reuniu com autoridades e membros integrantes do Consórcio de Desenvolvimento Integrado do Vale do Paraíba (Codivap), realizando encontros regulares com o intuito de discutir e estimular a volta dos voos comerciais ao aeroporto de São José dos Campos, por meio do projeto Voa Vale, uma parceria do Consórcio e da Infraero.

Fruto desses encontros, neste meio tempo o grupo ainda realizou, no próprio espaço do aeroporto, uma ação para o debate ainda mais aprofundado do assunto. O Fórum do Desenvolvimento Turístico do Vale do Paraíba contou com a presença de representantes da Infraero, o então secretário de Turismo do Estado de São Paulo, Fabrício Arbex, bem como representantes do turismo de alguns municípios pertencentes a essas regiões.


Compartilhe no Google+
    Comente com o Blogger
    Comente com o Facebook

0 comentários:

Postar um comentário