Caraguá recebe musical de Miguel Falabella sobre autismo em agosto

O texto foi escrito sob medida para a atriz Alessandra Maestrini
O espetáculo tem apresentação única nesta sexta-feira (3) (Foto: Divulgação)

Por Fernanda Veiga

O musical ‘O Som e a Sílaba’, com texto e direção de Miguel Falabella, abre a temporada de espetáculos do mês de agosto no teatro Mario Covas, na sexta-feira (3), às 21h. Os ingressos custam R$ 70 a inteira e R$ 35 a meia entrada e podem ser adquiridos através do site megabilheteria, Livraria Nobel e Lojas Presson.

A peça foi escrita por Miguel Falabella especialmente para Alessandra Maestrini e Mirna Rubim, cantoras-atrizes com registro lírico. A obra conta a história de Sarah Leighton, uma jovem com diagnóstico de autismo altamente funcional, uma savant (possuidora de uma grande habilidade intelectual aliada a um déficit de inteligência), com habilidades específicas em algumas áreas, entre elas, a música e sua relação com Leonor Delis, sua professora de canto, que ganha cena num texto terno, engraçado e comovente.

Alessandra

Em entrevista exclusiva ao jornal Nova Imprensa, a atriz Alessandra Maestrini, que está envolvida com os palcos desde os cinco anos de idade, contou que essa não foi a primeira vez que Falabella escreveu um papel sob medida para ela. 

"Na primeira vez que ele escreveu algo para mim mal nos conhecíamos. Foi a Bozena "lá de Pato Branco", de Toma Lá Dá Cá, que todos conhecem. Desta vez, mais de uma década de amizade e me conhecendo mais a fundo também artisticamente e profissionalmente, este homem luz escreveu uma peça inteira comigo em mente. A direção também é dele o que é um luxo e um privilégio, tanto artística e profissionalmente quando pessoalmente: conviver com ele é um banho de luz, charme, alegria, humor e aprendizado", afirmou ela.

Sobre a apresentação em Caraguatatuba, a atriz afirmou que espera que o público possa se divertir e se emocionar com a história. "O espetáculo é todo muito gostoso e aproxima o público em geral. É cheio de humor, como tudo que Miguel e eu gostamos de fazer. Ao mesmo tempo, é extremamente delicado, poético e transformador, dada a trajetória rica e profunda da Sarah, e de como isto também transforma completamente - e para muito melhor - a vida da professora de canto a quem procura, Leonor Delis  (interpretada por Mirna Rubim)".

Autismo

Sobre o assunto retratado no musical, a atriz contou ao Nova Imprensa que Falabella tem muito interesse e carinho pela questão do autismo, assim como ela própria.

"Miguel escreveu esta peça não só para mim, mas por paixão inefável pelo tema. Pesquisou incansavelmente a respeito. E eu quis honrar isto também. Pesquisei leituras, filmes, séries, vídeos, depoimentos de autistas famosos e sites criados pelos próprios autistas. Meu maior aprendizado foi conhecer pessoalmente a Julia Balducci, cineasta portadora da síndrome de Asperger - autismo altamente funcional - assim como a minha personagem".

Ela fala ainda sobre a importância de envolver os próprios autistas na discussão do tema. "Estamos em plena consonância com a comunidade autista, bem como a empatia divertida, emocionante e transformadora do público leigo tem sido inegável. Me encanta que Sarah seja guerreira, incansável e tão rica de nuances. Somos todos, neurotípicos ou atípicos. E todos nós temos um pouco de tudo dentro de nós. Sarah é mais sensível à vida do que qualquer personagem genérico. Sensibilidade e Força: Coragem. E tudo isto apresentado de maneira tão espirituosa, como é próprio do Miguel e meu, e mesmo da Mirna, com sua personagem Leonor Delise, a professora de Sarah... E ainda com direito às músicas mais lindas.... Ah! É irresistível", finaliza Alessandra.

Serviço

Espetáculo ‘O Som e a Sílaba’
Dia: 3/8, sexta-feira
Horário: 21h
Ingressos: R$ 70 (inteira) / R$ 35 (meia entrada)
Classificação: 14 anos
Local: Avenida Goiás, 187, Indaiá, Caraguatatuba
Mais informações: (12) 3881-2623

Compartilhe no Google+
    Comente com o Blogger
    Comente com o Facebook

0 comentários:

Postar um comentário