Campeões da Semana de Vela de Ilhabela serão definidos neste sábado (28)

Considerado o maior evento da América Latina, em 2018 foram 120 barcos na disputa
Veleiro Ginga é favorito para conquista do penta (Foto: Thito Strambi/Sailstation)

A 45ª edição da Semana de Vela de Ilhabela será decidida nas regatas deste sábado (28). O principal evento da modalidade, que reúne 120 barcos, ainda não tem nenhum campeão garantido por antecipação. A entrada do descarte do pior resultado ainda oferece brecha para mudanças de posições na ponta de cima de cada uma das oito classes do calendário.

Buscando o pentacampeonato, o Ginga (Breno Chvaicer) tem 100% de aproveitamento nas cinco regatas de HPE25. Mesmo assim, a tripulação não pode ser considerada campeã. É preciso esperar a decisão da organização para saber quantas regatas serão disputadas no último dia. Caso seja apenas uma, o Ginga já levou.

A estratégia de quem está em segundo lugar precisa ser mais agressiva na regata final. Os líderes sempre entram nas provas decisivas com o regulamento na mão. Por isso qualquer erro somado à falta de sorte pode colocar a recuperação a perder.

Para o Fit to Fly Maserati (Eduardo Mangabeira), a briga é pelo segundo lugar, após a realização de apenas uma regata na raia da HPE25. A disputa também está muito equilibrada nas três divisões da RGS. O Xiliki (Leonardo Leal), líder na RGS C, tem a missão de superar o Zeus (Paulo Moura) e o Rainha Empresta Capital (Leonardo Pacheco), todos com chances de conquistar o título neste sábado (28).

Caiçara é campeão brasileiro de C-30

As duas regatas desta sexta-feira (27) decidiram o Campeonato Brasileiro de C-30, disputado em paralelo à Semana de Vela de Ilhabela, com as regatas valendo pontos para os dois eventos. Em busca do vento, que soprava de leste com oito nós, os velejadores foram para a Ponta das Canas. A disputa no lado norte da ilha favoreceu quem conseguiu tirar a máxima velocidade do barco, com a brisa fraca de apenas quatro nós no final da tarde. O Caiçara (Fábio Pillar) teve o melhor desempenho e consagrou-se campeão.

Sul-Americano de ORC e IRC

O Crioula (Eduardo Plass), recordista da regata Alcatrazes por Boreste Marinha do Brasil, também foi coroado na sexta como campeão sul-americano de ORC e IRC. O campeonato paralelo reuniu tripulações brasileiras, argentinas e chilenas e foi realizado simultaneamente à Semana de Vela de Ilhabela, com as regatas valendo pontos para os dois eventos.

Compartilhe no Google+
    Comente com o Blogger
    Comente com o Facebook

0 comentários:

Postar um comentário