Píeres e vielas de São Sebastião são alvos de furtos de fiação

Ladrões deixam bairros às escuras para comprar drogas
Cabo de fio cortado no Pontal (Foto: Divulgação/PMSS)

O furto esporádico de cabos de cobre é algo que a cidade de São Sebastião sempre sofreu. A maior suspeita é de que dependentes químicos subtraiam o material para posterior troca por drogas.

 Mas de acordo com o secretário de Serviços Públicos, Gelson Aniceto (Tota), no último mês houve um aumento bastante expressivo de delitos. “Furtaram do píer do bairro São Francisco, em frente ao convento, do Pontal da Cruz e também de vielas do Porto Grande, Pontal da Cruz e Topolândia”.

Segundo ele, do píer do Pontal os materiais foram subtraídos e trocados na véspera do feriado de Corpus Christi e, no sábado, furtaram de novo. “Trocamos na segunda-feira e levaram de novo. Isso é um absurdo e a população precisa saber o que está acontecendo”.

Esses locais que têm sido alvo constante de ladrões e vândalos, que serram os postes para levar as lâmpadas e os fios de cobre que fazem a ligação elétrica, acabam ficando no escuro e seus moradores vulneráveis a assaltos.

A reposição dos fios já foi efetuada e a solução, de acordo com Tota, foi a compra de fios de alumínio, que custam bem menos que o cobre e não são atraentes para os bandidos.
Segundo o secretário de Serviços Públicos, a Guarda Civil Municipal (GCM)  e o Comando de Operações Especiais (COE) da Polícia Militar estão trabalhando em  conjunto para coibir novos furtos e identificar criminosos.


Compartilhe no Google+
    Comente com o Blogger
    Comente com o Facebook

0 comentários:

Postar um comentário