Pedágio sobe dia 1º de julho e ida a São Paulo vai custar R$ 42,40

Entre Litoral Norte e Capital Paulista são 5 praças que cobram taxas nos dois sentidos
Pedágio em Paraibuna tem o preço mais alto (Foto: Divulgação)

A partir da 00h de domingo (1º/7), entra em vigor o reajuste anual das tarifas de pedágio das rodovias estaduais paulistas. O aumento será de 2,85% índice relativo ao IPC-A acumulado entre junho do ano passado e maio desse ano. Motorista que costuma fazer o trecho entre o Litoral Norte e a Capital Paulista vai pagar R$ 42,40 em pedágio, ou R$ 1,20 a mais nas cinco praças existentes – duas na Rodovia dos Tamoios (SP-99) e três na Carvalho Pinto/Ayrton Senna (SP-70).

A Agência de Transporte do Estado de São Paulo (Artesp), responsável pela fiscalização das rodovias paulistas, informou que em razão dos arredondamentos, em quatro praças o reajuste não será repassado para a tarifa paga pelos usuários: nos trechos Leste e Oeste do Rodoanel Mário Covas (SP-21) e nas praças de bloqueio de Diadema e Eldorado da Rodovia dos Imigrantes (SP-160).

A praça de pedágio de Paraibuna, na Tamoios, é a mais cara e vai a R$ 6,70, enquanto em Jambeiro será de R$ 3,80. Pela Carvalho Pinto, em São José dos Campos e Guararema, o valor será de R$ 3,50 cada e em Itaquaquecetuba sobe para R$ 3,70. Lembrando que a cobrança é feita nos dois sentidos.

A tabela completa com as tarifas que passarão a vigorar a partir de domingo está disponível no link: http://goo.gl/wmhcKx.

As tarifas atualmente em vigor até o dia 30 de junho estão publicadas no site da Artesp no link http://goo.gl/oyJWHW.


Compartilhe no Google+
    Comente com o Blogger
    Comente com o Facebook

0 comentários:

Postar um comentário