Agressor de ex-mulher tenta fugir e é preso pela Patrulha Maria da Penha

O homem de 63 anos descumpriu medida protetiva que proibia aproximação da ex-companheira
Patrulha realizou a prisão na última segunda (Foto: PMSS/ Divulgação)

Um homem de 63 anos foi preso, na noite de segunda-feira (4/6), pela Patrulha Maria da Penha, da Guarda Civil Municipal (GCM) de São Sebastião, após descumprir medida protetiva e discutir com sua ex-mulher, de 54 anos, no Centro da cidade. Os guardas foram acionados pelo Centro de Operações Integradas (COI).

De acordo com o comandante da GCM, Edgar Celestino, agentes da Patrulha Maria da Penha foram atender à ocorrência e quando a viatura se aproximou, o homem que estava bastante alterado empreendeu fuga em seu veículo, mas logo em seguida foi abordado e detido. O agressor e a vítima foram levados à delegacia de polícia, onde se constatou que havia uma medida protetiva contra o agressor.

A vítima já estava sendo acompanhada pela Patrulha Maria da Penha e o agressor ainda está à disposição da justiça por descumprimento de medida protetiva, aguardando audiência de custódia que deve ocorrer ainda esta semana.

Patrulha Maria da Penha

Implantada em abril do ano passado, a Patrulha Maria da Penha tem como principal objetivo atender às vítimas de agressão e violência doméstica. Para isto, uma equipe específica, com agentes treinados e viatura caracterizada, foi exclusivamente destacada pela Secretaria de Segurança Urbana para compor a patrulha.

De acordo com Celestino, desde o início de 2017 a corporação vem desenvolvendo o chamado Programa Mulher, que inclui a patrulha, cursos de defesa pessoal promovidos na região central e na Costa Sul da cidade.

"Fazemos o primeiro atendimento, mas, também acompanhamos os casos semanalmente seja com novas visitas ou com ligações telefônicas e com isso, o resultado do trabalho tem sido bastante positivo", avaliou o comandante.

Compartilhe no Google+
    Comente com o Blogger
    Comente com o Facebook

0 comentários:

Postar um comentário