Associação alerta para riscos de quadriciclos na praia de Maresias

Uso de veículos por menores é comum, diz presidente
Quadriclos têm aumentado nas areias de Maresias (Foto: Divulgação)

A praia de Maresias é uma das mais conhecidas de São Sebastião e também uma das preferidas por surfistas e turistas que aliam esporte com o glamour. Mas essa exposição tem trazido preocupação para a comunidade que mora e trabalha na área devido aos riscos que os banhistas têm enfrentado nos últimos anos: o aumento de quadriciclos na orla. 

“Estão esperando acontecer alguma tragédia para tomarem providências”, alerta o presidente da Associação de Amigos do Bairro de Maresias (Somar), Eliseu Pires Arantes. “Fazemos constantes denúncias, mas sempre tem veículo circulando na areia e, pior, conduzido por menores de idade”. 

Manobras arriscadas entre os banhistas também é outro problema apontado pela entidade que entende ser necessário ter um local para quando o veículo precisar ser usado, sem colocar a vida das pessoas em risco.

Usuários da praia registram o que consideram absurdo e usam, na maioria das vezes, as redes socais para fazerem as denúncias, o que não é recomendado pelo comandante da Polícia Militar em São Sebastião, capitão Eduardo Gonzales. 

“Pedimos que liguem para o número 190 porque podemos estar com a viatura próxima para fazer o flagrante. Pelas redes, dificilmente o deito será comprovado”. De acordo com ele, somente neste ano foram apreendidos oito quadriciclos em situação irregular na praia, todos por meio de denúncia ao telefone da Polícia Militar.

O prefeito de São Sebastião, Felipe Augusto, confirma o recebimento de diversos ofícios da Somar e aponta que a maior dificuldade é a fiscalização por conta da extensão do município que tem mais de 110 quilômetros. "Temos as equipes de fiscais, mas eles precisam atuar em todo o município". 

Lei

A Resolução 573/15 do Conselho Nacional de Trânsito (Contran) define que, assim como as motocicletas, os condutores de quadriciclos precisam ser habilitados na categoria “B”. Ainda de acordo com a Resolução, é obrigatório o uso de capacete e viseira por condutor e passageiros e proibido o transporte de crianças menores de sete anos.

Compartilhe no Google+
    Comente com o Blogger
    Comente com o Facebook

0 comentários:

Postar um comentário