Acordo no TRT pode por fim à greve de trabalhadores da Queiroz Galvão

Segundo Sindicato, 90% do efetivo de 1,8 mil funcionários estavam de braços cruzados

Audiência de hoje no TRT (Fotos: Divulgação)

Operários da Construtora Queiroz Galvão, que trabalham nas obras de duplicação do trecho de serra da Rodovia dos Tamoios (SP-99), e em greve desde sexta-feira (19), devem definir nesta quarta-feira (23) se aceitam ou não acordo assinado entre o Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias da Construção Pesada e Afins do Estado de São Paulo (Sintrapav-SP) e a Construtora Queiroz Galvão durante audiência realizada hoje no Tribunal Regional do Trabalho (TRT), em Campinas.

Em nota, a construtora informou que a Justiça determinou o término da greve e a retomada imediata amanhã. O sindicato da categoria explicou que serão realizadas assembleias às 7h30, às 14h e 22h, horários de entrada dos turnos, nos km 65 e 78 da Tamoios para saber se os trabalhadores aceitam a proposta. 

Durante a audiência ficou definido que a Queiroz Galvão realizará o pagamento do vale na sexta-feira (25), manutenção das cláusulas do Instrumento Normativo anterior enquanto as negociações prosseguem, inclusive com o pagamento das horas in itinere - que assegura o tempo que o empregado gasta para realizar o percurso para ir e voltar do serviço, quando o local de trabalho for de difícil acesso e não servido por transporte e a condução for fornecida pelo empregador; além de estabilidade no emprego enquanto pendentes as negociações.

Categoria faz assembleia amanhã
Também ficou definida uma nova audiência para às 14h30 do dia 13 de junho entre a Construtora e o Sintrapav-SP.

Maio é o mês de dissídio da categoria que reivindicava Vale Alimentação de R$ 450, Plano de Lucros e Resultados (PLR) de R$ 3 mil e reajuste salarial de 5%.


Compartilhe no Google+
    Comente com o Blogger
    Comente com o Facebook

0 comentários:

Postar um comentário