Ubatuba recebe confirmação de segunda morte por febre amarela

Exames de macaco encontrado no Horto também deram positivos para a doença; Ainda há 19 mil habitantes que precisam ser vacinados
Vacinação não vai acontecer durante feriado de 1° de Maio (Foto: Divulgação)

O Instituto Adolfo Lutz liberou, na tarde desta sexta-feira (27), o resultado dos exames do morador do Monte Valerio, em Ubatuba, falecido em 14 de abril, que confirmam a morte em consequência de febre amarela. Com isso, sobem para três os casos confirmados de febre amarela contraída no município, dois dos quais foram a óbito.

O paciente tinha 49 anos e trabalhava em um sitio no Sertão do Ubatumirim, mesmo local que confirmou o primeiro óbito da cidade devido à doença. Ele apresentou alguns sintomas no dia 4 de abril e foi atendido em 9 de abril, na Santa Casa. O paciente não havia tomado a vacina contra a febre amarela.

Vigilância em Saúde de Ubatuba informa ainda que os exames do macaco sagui desenterrado na região do Horto também deram positivo para a febre amarela. Já na Lagoinha foram encontrados outros dois macacos que não puderam ser analisados por estarem em processo avançado de decomposição.

A vacinação contra a febre amarela será suspensa no feriado prolongado do Dia do Trabalhao e continua normalmente em todos os postos de saúde a partir do dia 2 de maio (confira a lista no site da Prefeitura de Ubatuba).

Atualmente, a cobertura vacinal de Ubatuba é de 70%. Ainda há um total de 19 mil habitantes que precisam ser imunizados.







Compartilhe no Google+
    Comente com o Blogger
    Comente com o Facebook

0 comentários:

Postar um comentário