Exames confirmam mais um caso de febre amarela em Ubatuba

Ainda há outros 11 casos em investigação incluindo duas mortes e um paciente que está internado em São Paulo; Campanha de vacinação gratuita continua diariamente
Vacinação cobriu 67% da população de Ubatuba até agora (Foto: PMU/ Divulgação)

A Vigilância em Saúde de Ubatuba recebeu os resultados de quatro dos 15 casos suspeitos de febre amarela do município. Foram descartados três casos – de pacientes da EstufaII, do Parque dos Ministérios e do Centro – e confirmado um caso do Sertão do Ubatumirim.

O novo caso de febre amarela é de um homem de 40 anos, morador do Sertão do Ubatumirim. O paciente passa bem, não precisou ficar internado e continua em casa se restabelecendo. Ele passou na Santa Casa com sintomas como dores e icterícia. No quadro geral, estava comunicativo e lúcido, referindo apenas dor lombar e febre. Estava com pressão normal. Foram coletados os exames e foi apontada alteração na parte hepática, do fígado. A suspeita foi levantada pela médica da família por ele morar próximo do primeiro caso (que foi a óbito). 

Ainda há outros 11 casos em investigação que aguardam o exame, inclusive o de dois óbitos suspeitos e o de um paciente que continua internado no hospital Emilio Ribas, em São Paulo.

A secretaria de Saúde de Ubatuba continua as ações de imunização contra a doença em pontos volantes e fixos. Nesta semana, a vacinação continua a ser oferecida diariamente pelas equipes de saúde no Calçadão do Centro, das 9h às 17h, e em várias unidades de saúde, nos mesmos horários da vacinação contra a gripe Influenza (tipo A – vírus H1N1 e H2N3 – e tipo B).

O relatório parcial de vacinação divulgado na quinta-feira (19) aponta uma cobertura vacinal de 67%, o que correspondia a 49.909 doses aplicadas. Ainda havia um total de 22 mil pessoas a imunizar, já descontando cerca de 2 mil que não podem tomar a vacina. Esse número caiu para cerca de 21,5 mil após a vacinação feita no sábado (21) quando foram aplicadas um total de 468 doses, considerando tanto os postos volantes na região Oeste quanto os fixos, no Centro.

Compartilhe no Google+
    Comente com o Blogger
    Comente com o Facebook

0 comentários:

Postar um comentário