Com mais uma morte suspeita, Ubatuba tem 27 mil pessoas sem vacina

Vigilância em Saúde alerta para perigo de epidemia da doença no Litoral Norte; Calendário de vacinação segue aberto aos finais de semana
As doses estão sendo oferecidas em horários especiais (Foto: Divulgação)

Com mais um caso de morte por suspeita de febre amarela, a cidade de Ubatuba segue com 27 il habitantes sem imunização pela vacina. A Vigilância em Saúde divulgou a morte de um idoso de 69 anos do bairro Camburi, na região norte, na quarta-feira (11). Existem ainda 11 casos suspeitos no município e os resultados dos exames laboratoriais feitos pelo Instituto Adolfo Lutz (IAL) levam em torno de 10 dias para sair.

“A situação é grave. O estado de São Paulo não tem infraestrutura de assistência a todos os que podem ficar doentes”, destacou o secretário de Saúde, Roberto Tamura. O alerta é dirigido especialmente para as cerca de 27 mil pessoas de Ubatuba que ainda não tomaram a vacina, apesar de ela estar disponível tanto nas unidades de saúde quanto em postos volantes casa a casa e em locais de grande movimentação como o Calçadão do Centro e supermercados.

“A febre amarela não é como a dengue: ela rapidamente evolui para uma forma grave e a possibilidade de levar a óbito é alta, muito maior que a possibilidade de um indivíduo ter reação grave à vacina, que é de 1 em 1 milhão de casos”, destacou Patricia Sanches, supervisora de Vigilância em Saúde. “No ano em que tivemos uma epidemia de dengue, com milhares de casos registrados da doença, tivemos um óbito apenas. Hoje, com apenas 11 casos suspeitos, já temos uma morte confirmada e aguardando o retorno de dois outros óbitos. Isso porque a doença ainda está em áreas isoladas, com pouca população. Imaginem quando chegar ao Centro e a regiões mais povoadas como o Taquaral, Ipiranguinha e o Centro”, acrescentou.

Vacinação

A secretaria da Saúde ampliou a campanha de vacinação e informou que no fim de semana a dose continuará a ser oferecida em vários pontos e durante a semana em horários especiais, para atender a quem tem dificuldades de se deslocar durante o horário comercial. Confira aqui as UBS que oferecem a dose neste sábado (14).
https://www.ubatuba.sp.gov.br/noticias/mais-casos-suspeitos-de-febre-amarela-em-ubatuba/

“Estamos em campanha intensiva de vacinação contra a febre amarela desde o dia 25 de janeiro com vacinação em todas as unidades de saúde, mutirões nos fins de semana, tenda no Calçadão do Centro além de vacinação casa a casa. Porém, apesar de termos doses suficientes para vacinar toda a população, apenas cerca de 53% se interessou em se imunizar até o momento. As confirmações e os casos de óbito recentes aumentaram a busca pela vacina mas, ainda assim, a procura é baixa”, informa Estela Miragaya, supervisora da Atenção Básica no município.

Na quinta-feira (12), as equipes de Vigilância em Saúde e da Atenção Básica organizaram uma atividade aberta para toda a população no Teatro Municipal da cidade para esclarecimento de dúvidas sobre a febre amarela e para vacinação ampla.

Mortes

A vítima de quarta-feira deu entrada na Santa Casa da cidade já em estado grave, vindo a falecer. A suspeita é para dengue, leptospirose ou febre amarela. O idoso não tinha tomado a vacina contra a febre amarela.

Por enquanto, Ubatuba tem um caso confirmado de óbito humano por febre amarela, que é de um homem de 41 anos do Sertão do Ubatumirim que também não tinha tomado vacina. Também há um macaco bugio morto, positivo para febre amarela, que foi encontrado no Núcleo Picinguaba do parque da Serra do Mar, também na região norte.


Compartilhe no Google+
    Comente com o Blogger
    Comente com o Facebook

0 comentários:

Postar um comentário