Vereadores aprovam repúdio ao governador, Dersa e Queiróz Galvão

“Impacto sofrido pelos moradores por conta das obras de implantação da nova rodovia” é o motivo do protesto
O repúdio se refere às obras da nova Tamoios (Foto: Divulgação)

A Câmara de São Sebastião aprovou uma Moção de Repúdio ao governador Geraldo Alckmin, à Dersa e à empresa Queiróz Galvão. Na justificativa, o vereador Ernaninho, autor da moção, relatou o “impacto sofrido pelos moradores do São Francisco, por conta das obras de implantação da nova rodovia, que corta todo o bairro”.

Ernaninho enfatizou “a demora por parte dos órgãos responsáveis em oferecer uma solução digna às famílias, que ficavam no entorno da casa atingida pelas rochas que deslizaram da obra”. Segundo o vereador, desde julho de 2015 essas famílias aguardam por uma definição “para que possam retornar aos seus lares em segurança, ou serem indenizadas pelo prejuízo sofrido”.

A moção foi aprovada por unanimidade e será encaminhada ao Palácio dos Bandeirantes, sede do governo paulista; ao engenheiro Renato Bastos, responsável da Queiróz pela obra na cidade; e ao presidente da Dersa, Laurance Casagrande.
Compartilhe no Google+
    Comente com o Blogger
    Comente com o Facebook

0 comentários:

Postar um comentário