Sociedade Amigos de Boraceia volta a pedir apoio de vereadores de São Sebastião

Em dezembro de 2017 eles já tinha feito pedido semelhante
Morador usa tribuna para cobrar solução (Foto: CMSS)

O morador Antônio Mouro, representando a Sociedade Amigos de Boraceia, na Costa Sul de São Sebastião, utilizou a tribuna da Câmara na última sessão para solicitar a intervenção dos vereadores no processo de embargo, que existe há mais de 6 anos, e impede construções no bairro. 

De acordo com Mouro, os moradores estão impedidos de construírem regularmente em seus lotes, apesar de pagarem o IPTU, devido à ação judicial que prevê o aumento da área da Reserva Indígena Ribeirão Silveira.  Em dezembro do ano passado, uma comissão esteve no legislativo para fazer a mesma cobrança.

Além de solicitar o apoio dos vereadores, o representante da Sociedade Amigos de Boraceia apresentou algumas alternativas. Uma delas é o compromisso do prefeito Felipe Augusto em assumir parcialmente a recomendação do Ministério Público Federal, continuando a coibir as construções, mas apenas na área pleiteada para aumento da reserva indígena.

Os moradores também sugeriram que os representantes da Prefeitura e da Câmara Municipal solicitassem uma audiência no Ministério da Justiça para cancelar a portaria de demarcação das terras indígenas da reserva. 

“O cancelamento do aumento reserva não vai acabar com a reserva já homologada, que possui 944 hectares demarcados”, salientou Mouro.

Compartilhe no Google+
    Comente com o Blogger
    Comente com o Facebook

0 comentários:

Postar um comentário