Caraguatatuba e Marinha assinam convênio para fiscalização de embarcações

Há dificuldade para atender todas as praias, em especial na temporada
Convênio assinado nesta segunda-feira (Foto: Marielle Fernandes/PMC)

A Prefeitura de Caraguatatuba celebrou convênio com a Marinha do Brasil para ajudar na fiscalização da sinalização e circulação de embarcações nas praias da cidade.

O documento foi assinado pelo prefeito Aguilar Junior, nesta segunda-feira (19/03),  na sede da Delegacia da Capitania dos Portos, em São Sebastião. Na oportunidade, comemorou-se também o 47º aniversário da entidade.

Pelo convênio, está prevista a fiscalização intensa nas praias da cidade no tráfego de embarcações e equipamentos náuticos. O próximo passo será alinhar como serão as fiscalizações.

“Principalmente na alta temporada, temos dificuldade em fiscalizar todas as praias do Litoral Norte e neste sentido é importante a parceria com as prefeituras”, disse o delegado da Capitania dos Portos em São Sebastião, Capitão de Fragatas Wagner Goulart de Souza.

Além do convênio, o Vice-Almirante da Marinha do Brasil, Antônio Carlos Soares Guerra, destacou a parceria de Caraguatatuba na cessão de áreas públicas.

A Prefeitura doou no ano passado terrenos onde serão construídas 32 unidades residenciais para cabos e sargentos da Marinha do Brasil e a instalação de uma patromoria, que é um local apropriado para atração das embarcações da Delegacia Fluvial.

A área destinada à construção da patromoria fica na praia da Tabatinga, Região Norte da cidade. Já a Vila Naval será construída no Pontal Santa Marina.

“Primeiro assinamos um convênio para dar mais segurança na navegação em nosso território. Além disso, outra parceria com a Marinha do Brasil servirá para acolher militares e seus familiares e será um diferencial para que seus integrantes escolham Caraguatatuba como área de atuação”, disse o prefeito Aguilar Junior.

A assinatura do convênio contou com a presença do vice-prefeito e secretário de Trânsito, Segurança e Defesa Civil, Campos Junior, do secretário da Fazenda, Ricardo Romera, e do presidente da Câmara, Tato Aguilar.
Compartilhe no Google+
    Comente com o Blogger
    Comente com o Facebook

0 comentários:

Postar um comentário