Prefeitos aproveitam visita de Temer para cobrar reivindicações

Esta foi a primeira vez que um presidente esteve no Litoral Norte
Temer em Caraguatatuba (Foto: PMC)

A visita do presidente Michel Temer a Caraguatatuba, na tarde desta sexta-feira (16/3) serviu para que os prefeitos do Litoral Norte aproveitassem a ocasião para apresentaram algumas reivindicações que dependem de ações federais. 

Mais de 500 pessoas estiveram no teatro Mario Covas para acompanhar a entrega de títulos de regularização fundiária. Do lado de fora, manifestações.

Em seu discurso, o prefeito de Caraguatatuba, Aguilar Junior, destacou a necessidade de parceria com o governo federal para solucionar o problema da drenagem do município que sofre com o pós  enchentes, a dificuldade de escoamento da água, para atender cada vez mais a população. 

Ele ainda falou sobre a questão da segurança pública voltada para  Litoral Norte, especialmente com intervenção federal no Rio de Janeiro, e a preocupação da migração da criminalidade para a região.

Já o prefeito de São Sebastião, Felipe Augusto, solicitou ao presidente a intervenção junto  à Petrobras para o pagamento residual e R$ 100 milhões referentes ao pagamento do Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU) que está na Justiça. “Dos R$ 240 milhões, a empresa antecipou em torno de R$ 140 milhões na gestão anterior ainda há essa pendência”, disse Augusto atestando que já um de acordo da empresa em reconhecimento à dívida.

“Pedimos a liberação o mais rápido possível porque esse recuso será usado para preparar o sistema viário de acesso do Contorno Sul no trecho do município. Também será investido na construção de novas creches e escolas conforme Termo de Ajustamento de Conduta assinado com o Ministério Público, além de toda pavimentação e drenagem.

Ainda conforme ele, será feita a regularização fundiária que começa na segunda-feira (19), em conjunto com o Instituto de Terras do Estado de São Paulo (Itesp), pelo segundo perímetro de Maresias, na Costa Sul do município. Segundo ele, são cerca de 20 mil pessoas a serem beneficiadas com o programa em São Sebastião. 

Para Ubatuba, o prefeito Délcio Sato reforçou o pedido de R$ 15 milhões para melhorias de infraestrutura nas rodovias Governador Mario Covas (BR-101) e Rio-Santos (SP-55) que sofreram com as últimas chuvas. “A infraestrutura já estava precária e piorou com as chuvas que provocaram quedas de barreiras e pontes e, infelizmente ainda continua chovendo todos os dias no final de tarde”. 

Sato ainda convidou o presidente Temer para estar em Brasília durante a abertura do evento Conexidade que será realizado entre os dias 8 a 12 de maio. “Ele disse que fará um esforço para estar presente”. 

Em relação à regularização fundiária, o prefeito ubatubano destacou que inicialmente está sendo feito no Parque dos Ministérios e que vai marcar a data para que os títulos sejam entregues. “Precisamos dar infraestrutura necessária para a região que tem sério problema de saneamento e iluminação”. 

Para Ilhabela, o prefeito Marcio Tenório informou que n final deste mês estará no Ministério das Cidades, em Brasília, onde vai discutir o programa habitacional no arquipélago. Segundo ele, o déficit habitacional hoje é de 600 unidades e que a primeira etapa prevê a construção de 250 moradias populares. “A maquete está à disposição para que a população escolha o perfil que mais de adeque à nossa realidade, mas adianto que não vamos permitir terceiro pavimento”. 

Tenório destacou, ainda, que dos 23 núcleos que devem receber regularização fundiária, 15 são acompanhados de peto pelas equipes da Secretaria de Obras, com destaque para a área do Green Park que há 25 anos espera resolver problemas judiciais, além do Cantagalo, Morro dos Mineiros, Vila Santa Catarina e agora Bixiga, em conjunto com o Ministério Público. 

Compartilhe no Google+
    Comente com o Blogger
    Comente com o Facebook

0 comentários:

Postar um comentário