Baixa adesão faz Caraguá adotar vacina contra febre amarela casa a casa

Ação se restringirá a bairros próximos localizados próximos da mata
Campanha segue até 2 de março (Foto: Luís Gava/PMC) 

Na contramão do que vem acontecendo em grandes centros urbanos, como São Paulo, o Litoral Norte tem registrado baixa adesão à vacina contra febre amarela. E para atender as metas nacionais, a Prefeitura de Caraguatatuba adotou novos métodos de cobertura e fará a imunização casa por casa em bairros próximos a mata.

Caraguatatuba imunizou 34.714 pessoas em um período de 24 dias de campanha. A decisão foi tomada pelo secretário de Saúde, Amauri Toledo, devido os resultados desta primeira etapa do trabalho.

Os bairros contemplados com a ação são Rio do Ouro, Cantagalo, Benfica, Casa Branca, Alto do Getuba, Sertão dos Tourinhos, Parque Imperial, Portal Patrimônio, Costa Verde, Gaivotas, Golfinho, Portal do Sol, Serramar e Rio Claro.

A campanha de vacinação continuará até o dia 2 de março nas Unidades Básicas de Saúde (UBSs), de segunda a sexta-feira, das 7h30 às 16h30.

O evento “Multiação” da Prefeitura, que será realizado dia 3
 de março, no bairro Perequê-Mirim, também foi contemplado com ações específicas. O local contará com um ponto de vacinação para a população, na EMEF Prof. Geraldo de Lima, na Avenida Pedro Gonçalves Leite, 685, além de equipes volantes, no bairro Pegorelli.

O município não apresentou nenhum caso da febre amarela em sua forma silvestre (transmitida pelos mosquitos Haemagogus ou Sabethes, que vivem em área florestal), desde o início do surto no Brasil. Já a versão urbana da doença não é notificada no país desde 1942.


Casa a casa

Para essa nova fase da campanha, a Prefeitura de Caraguatatuba contará com a ajuda dos 152 agentes comunitários de saúde (ACSs), que passarão por capacitação necessária para identificar, localizar e fazer o intermédio da população dos bairros em regiões de mata, com o serviço de vacinação.

Ainda não existe um cronograma para a ação devido à demanda dos profissionais em suas respectivas unidades. A intenção é fazer diariamente a vacinação de um bairro por dia, mas isto ainda pode sofrer alteração.

Compartilhe no Google+
    Comente com o Blogger
    Comente com o Facebook

0 comentários:

Postar um comentário