Leilão da mansão de Clodovil termina sem nenhum lance em Ubatuba

Um novo leilão deve ser marcado com proposta mínima de R$ 900 mil e o dinheiro ficará à disposição da Justiça
Clodovil no banheiro de pedras com passagem secreta (Foto: Divulgação)

A mansão  que pertenceu ao estilista e deputado federal Clodovil Hernandes, em Ubatuba, foi a leilão, com valor mínimo de R$ 900 mil, mas a oferta foi enerrada nesta quinta-feira (30) sem nenhum lance. 

O imóvel, avaliado em R$ 1,5 milhão, tem 4,3 mil metros quadrados e era conhecido por ter sido contruído em área de preservação ambiental. Agora, um novo leilão deve ser marcado e o dinheiro da venda vai ficar à disposição da Justiça.

A casa fica no bairro do Sertãozinho e está abandonada desde a morte de Clodovil, há oito anos. Por ferir leis ambientais, a Justiça havia determinado sua demolição, mas voltou atrás. Apenas o canil, um salão de festas e um dos quartos foram derrubados. Existem, ainda, dezenas de cômodos.

Apesar do histórico judicial, o terreno tem autorização de uso. Além de curiosidades, como um banheiro de pedras com saída secreta que leva à mata.

Compartilhe no Google+
    Comente com o Blogger
    Comente com o Facebook

0 comentários:

Postar um comentário