Samu Litoral Norte completa 7 anos com registro de quase 300 mil chamados

98% dessas ligações resultaram no envio de uma ambulância para o socorro
A unidade central de atendimento do Samu fica em SS (Foto: Divulgação)

Há sete anos era fundado o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) do Litoral Norte, em São Sebastião, no dia 22 de novembro de 2010, sendo responsável por receber todos os chamados da região, pela regulação e despacho de todas as ocorrências, nos quatro municípios. Desde sua inauguração, a entidade já atendeu mais de 290 mil solicitações. 

De acordo com o Samu, 98% dessas ligações resultaram no envio de uma ambulância para o socorro imediato. Não é necessário o deslocamento de uma unidade em todos os casos, pois a central possui um médico regulador para atendimento via telefone, e em muitas situações a orientação médica é resolutiva.

Ao todo, 163 profissionais atuam no Samu Litoral Norte. Suas atividades são coordenadas por São Sebastião, que mantém 96 funcionários. Das seis ambulâncias, uma é avançada, com UTI, que fica localizada em Boiçucanga, na Costa Sul. As outras cinco (básicas), estão distribuídas entre Enseada, na Costa Norte, Centro, Maresias, Boiçucanga e Juquehy, na Costa Sul.

A central de Regulação fica na região Central de São Sebastião, e funciona 24 horas por dia. Fazem parte da equipe médicos de regulação, técnico auxiliar de regulação médica (TARMS) e rádio operadores (RO). A central trabalha com códigos por cores, o que facilita a triagem de paciente e a liberação das ambulâncias conforme a gravidade e complexidade das ocorrências.

Ocorrências

Da inauguração até hoje, a regulação, que fica na central em São Sebastião, já atendeu 290.522 solicitações, sendo um total de 10.144, somente em São Sebastião, desde o primeiro dia deste ano até o momento. 

Treinamento

Equipes de todo o Litoral Norte tiveram este ano treinamentos através do Núcleo de Educação em Urgência (NEU) de São Sebastião. Até agora, foi realizada a qualificação de duas turmas, e a terceira está em curso. No total, 150 profissionais já participaram das capacitações e reciclagens, de acordo com os protocolos de urgência e emergência do Ministério da Saúde. Todos os médicos da unidade avançada possuem capacitação em urgência e emergência, e a maioria atua como Intensivista.

Ambulâncias

As ambulâncias de suporte básico contam com os equipamentos mais necessários, como um desfibrilador elétrico automático (DEA), usado para atendimento em casos de parada cardiorrespiratória; um oxímetro de pulso, que registra a saturação de oxigênio no sangue; materiais e equipamentos para atendimento de traumas essenciais para um pré-atendimento.

As unidades de suporte avançado possuem todos os equipamentos necessários para o atendimento pré-hospitalar para intervenção e estabilização do paciente grave. Como por exemplo, em um paciente com suspeita de infarto, o exame de eletrocardiograma é realizado na própria residência da pessoa, onde inicia-se o tratamento imediatamente, administrando a medicação necessária. As ambulâncias contam também com equipamentos de uso pediátrico e neonatal.

“Não tem palavras que definam a satisfação de poder contribuir e minimizar o sofrimento de alguém”, declarou a coordenadora geral do Samu Litoral Norte, Dilmara Abreu.

Compartilhe no Google+
    Comente com o Blogger
    Comente com o Facebook

0 comentários:

Postar um comentário