Cinema e contação de histórias celebram cultura caiçara no Circo Navegador

Projeto tem apresentação de causos contados por Neide Palumbo e a exibição do filme “Narradores de Javé”
A entrada é gratuita nesta quinta-feira (9) (Foto: Divulgação)

O Espaço Cultural Circo Navegador, em São Sebastião, apresenta mais uma edição do Cine Navegador, nesta quinta-feira (9), às 19h. Serão duas atrações sobre cultura popular: a programação começa com a contadora de causos, Neide Palumbo, e segue com a exibição do filme “Narradores de Javé”, dirigido por Eliane Caffé.

O Cine Navegador está na 6ª exibição e tem como objetivo central apresentar filmes e, a partir deles, provocar reflexões nas pessoas. Com isso, busca estimular a criação de um público crítico e simpatizante ao cinema, além de possibilitar a realização de diálogos entre os participantes.

A programação conta com um acervo próprio formado por aproximadamente 200 filmes da Coleção do Cinema Brasileiro Contemporâneo, cedida pela Agência Nacional do Cinema (Ancine), bem como outras obras nacionais e estrangeiras. Além disso, a proposta também faz uso de plataformas de livre distribuição cinematográfica, como por exemplo o “VideoCamp - filmes que transformam”, incentivando essa prática junto a outras instituições. 

O projeto é uma iniciativa do Circo Navegador e do Instituto de Memória Brasil Vivo e, atualmente, não conta com nenhum tipo de financiamento público ou privado. São Sebastião não tem salas de cinema e a proposta é atender uma demanda que não tem opções para apreciar e discutir cinema.

Programação

Neide Palumbo é nascida em São Sebastião e foi professora por muito tempo na rede municipal em escolas afastadas. Numa época em que não havia estradas e o acesso era feito por barco, ela passava a semana dando aulas nas comunidades isoladas e assim foi colecionando histórias e as reinventando ao seu jeito.

O longa-metragem “Narradores de Javé” retrata a história de um povoado do Vale de Javé, situado no sertão baiano, que está prestes a ser inundado devido a construção de uma enorme usina hidrelétrica. Diante da situação, a comunidade se reúne para discutir diversas formas de como resolver o problema. De acordo com os moradores, o ideal seria preparar um documento oficial, contando todos os grandes acontecimentos heroicos de sua história, justificando sua preservação, ou seja, o importante é provar para "todos" que o local abriga um patrimônio que não pode ser perdido e, por causa disso, decidem escrever os feitos da história de Javé, na esperança de impedir o desaparecimento da cidade.

Serviço

Filme: “Narradores de Javé” - 09 de Novembro às 19h
Participação especial: Neide Palumbo
Espaço Cultural Circo Navegador | R. Prefeito Mansueto Pierotti, 826, Vila Amélia
Entrada gratuita | Capacidade da sala para 70 pessoas
Mais informações: 12 3892-2589

Compartilhe no Google+
    Comente com o Blogger
    Comente com o Facebook

0 comentários:

Postar um comentário