Drone é utilizado em fiscalização contra focos de dengue em Caraguatatuba

Caso algum foco de dengue seja encontrado, o dono da casa receberá multa que varia entre R$ 1,6 mil e R$ 3,2 mil
Ação é uma parceria entre secretarias de saúde e comunicação (Foto: PMC/ Divulgação)

Reforçando as ações de combate à dengue, a Prefeitura de Caraguatatuba, realizará fiscalizações contra focos de dengue utilizando um drone. O projeto é uma parceria entre as Secretarias de Saúde e de Comunicação. O objetivo é detectar criadouros do Aedes aegypti em casas de temporada, que ficam fechadas na maior parte do ano.

Caso ocorra a detecção de algum foco de dengue, o dono da casa receberá multa que varia entre R$ 1,6 mil e R$ 3,2 mil, de acordo com a legislação municipal.

De acordo com a coordenadora de Saúde Coletiva, Alexandra Facchni, o baixo número de casos da de dengue na cidade não pode acarretar em relaxamento.

“Temos que reforçar cada vez mais nossas ações de combate a essa doença, para que Caraguatatuba possa ser uma cidade livre da dengue. E isso só que consegue com muito trabalho e colaboração da população”, afirmou.

Segundo a secretária de Comunicação, Maria Luiza Baracat, a ação com o drone complementará o trabalho feito pela equipe de combate de dengue. “Sempre que os munícipes fizerem uma denúncia de foco do Aedes aegypti numa casa que fica constantemente fechada e sem moradores, entraremos em ação com o drone para fazer a detecção e multar o dono, até que ele elimine o criadouro”, disse a secretária.

Os munícipes podem realizar denuncias sobre foco de dengue para o Centro de Controle de Zoonoses, pelos telefones 3887-6085 ou 3887-6888.

A medida será adotada em toda a cidade, a pedido do prefeito Aguilar Junior. “O combate à dengue é uma responsabilidade de todos, seja poder público, seja a população em geral. A conscientização é de fundamental importância para a redução dos índices”, ressalta.

Compartilhe no Google+
    Comente com o Blogger
    Comente com o Facebook

0 comentários:

Postar um comentário