Secretário explica recuo da maré que deixou balsa e barcos encalhados

Após ressaca, mar recuou e mudou a paisagem em diversas praias do Litoral Norte
Camaroeiro ficou com faixa de 500 metros de areia (Foto: PMC/ Divulgação)

O fenômeno de recuo da maré, ocorrido neste domingo (13), deixou os moradores do Litoral Norte curiosos. Na praia do Camaroeiro, em Caraguatatuba, a maré rasante deixou uma enorme faixa de areia de mais de 500 metros e, com isso, diversos barcos ficaram encalhados. Ainda no domingo, a balsa também acabou encalhada durante cerca de uma hora por conta do mesmo fenômeno e teve que ser rebocada.

Segundo o vice-prefeito e secretário de Segurança, Trânsito e Defesa Civil, Campos Junior, o fenômeno conhecido como “maré seca” é raro, mas não representou nenhum risco para os moradores da cidade. “O que percebemos é que a maré rasante correspondeu inversamente a outro fenômeno que tivemos dias antes, de ressaca, o que é natural ocorrer”.

O secretário explicou que, na praia do Camaroeiro, o fenômeno foi visto com mais intensidade, pois se trata de uma praia de sedimento, que é naturalmente rasa.

“Estamos vivendo variações intensas no clima, nas marés, mas o município tem um plano preventivo. Em caso de necessidade, emitimos um alerta à população. Felizmente, com recuo da maré, não foi necessário emitir alerta”. 

Compartilhe no Google+
    Comente com o Blogger
    Comente com o Facebook

0 comentários:

Postar um comentário